O apelo eleitoral da CIP

Agostinho Lopes    19.Nov.18

Poderia julgar-se que o grande patronato não tem muitas razões para se queixar. Mas isso seria ignorar o que lhe está a massa do sangue: não ceder nem um cêntimo nem um direito aos trabalhadores. Estão incomodados com a actual situação. E, dadas as fraquezas de PSD e CDS, só vêm uma solução: maioria eleitoral para o PS. Fica esclarecido.

Odiario
Odiario
Documento

Cuba rejeita imposições de Bolsonaro e retira-se do Programa Mais Médicos

O fanático reaccionarismo do presidente eleito no Brasil já está a custar caro ao seu povo. Reagindo com dignidade às grosseiras exigências feitas aos médicos cubanos aí trabalhando, Cuba decidiu abandonar esse programa. Eram cerca de 20 mil, e tinham atendido mais de 119 milhões de pacientes de entre os brasileiros mais pobres e marginalizados, muitos dos quais tiveram assim pela primeira vez acesso a algum cuidado de saúde.

Odiario
Odiario

Os destruidores da Líbia agora são “pela Líbia”

Manlio Dinucci    16.Nov.18

A Itália participou activamente, há sete anos, na destruição da Líbia pelos EUA/NATO. O Estado líbio foi destruído e pilhado, e a sua destruição deu origem a uma vaga de refugiados que, em boa parte, procura atingir as costas da Itália. É provavelmente essa a razão “humanitária” que leva os que participaram nesse crime monstruoso a promover agora uma “conferência” sobre a questão.

Odiario
Odiario

Entrevista com João Pedro Stédile: «Ida de Moro para o Ministério da Justiça é cinismo completo»

Rafa Santos    15.Nov.18

«Teremos um governo de natureza neofascista, com um plano económico ultraneoliberal, que vai aumentar ainda mais as dificuldades do povo e aprofundar a crise económica no país. O seu projecto baseia-se unicamente em beneficiar o grande capital, e para isso concentrar-se-á na liberdade total ao capital, com as privatizações, o desmonte dos serviços públicos, da previdência, para sobrar mais dinheiro para pagamento de juros. E haverá uma maior subordinação de nossa economia aos interesses do capital dos Estados unidos»

Odiario
Odiario

A direita não diria melhor

João Ramos de Almeida    14.Nov.18

O debate do Orçamento de Estado é um espaço em que se podem ouvir algumas verdades, e em que as políticas podem surgir sem disfarces. Não é só a questão dos números (aliás fáceis de serem manipulados). É o facto de alguns personagens, como o ministro Vieira da Silva, darem largas às suas convicções de direita.

Odiario
Odiario

O sujeito oculto: ao vencedor as batatas

Mauro Luis Iasi *    13.Nov.18

No Brasil, uma questão continua sem resposta: por que não saiu a classe trabalhadora em defesa, primeiro do governo do PT e depois da democracia contra o fascismo? Ou pelo menos, por que não o fez na dimensão e força que poderia?

Odiario
Odiario

O milagre da multiplicação dos lucros da CGD, e como foram obtidos

Eugénio Rosa    12.Nov.18

A CGD veio lançar foguetes com os lucros obtidos. Mas o facto de terem sido obtidos com redução do crédito concedido, diminuição da Margem Financeira e do Produto bancário, multiplicação de comissões cobradas aos depositantes, diminuição para quase zero das taxas de juro pagas pelos depósitos, corte enorme nos custos através da redução de centenas de trabalhadores, do congelamento de salários e fecho dezenas de agências mostra que quem terá razões para festejar é a banca privada. Com uma CGD reduzida e cada vez com menos vontade de desempenhar o papel que lhe caberia.

Odiario
Odiario

Legislativas volatilizam EUA*

António Santos    09.Nov.18

As eleições nos EUA provocaram algumas mudanças mas, polarizando a disputa entre dois
partidos gémeos, garantiram também que tudo fica mais ou menos na mesma. O Partido
Democrata não é alternativa ao Partido Republicano, do mesmo modo que Hillary Clinton não era alternativa a Trump. Todavia, as fracturas sociais agravam-se, e ganham expressão na opinião pública sentimentos de rejeição do sistema vigente.

Odiario
Odiario

A arma silenciosa de Washington para guerras pouco silenciosas. Uma crise económica global para 2019

F. William Engdahl    08.Nov.18

O diário.info tem publicado vários textos que abordam o esforço que várias importantes economias vêm fazendo no sentido de se libertarem da dolarização EUA. Este artigo acrescenta outros dados a essa reflexão, apontando que a hegemonia do dólar está muito longe de ser abalada. E que, pelo contrário, o dólar tem ainda condições para constituir uma autêntica arma de guerra contra economias e povos que os EUA pretendam atacar.

Odiario
Odiario

Aspectos ideológicos do bolsonarismo

Felipe Catalani    06.Nov.18

«A ameaça tornou-se um dos cernes da ideologia: com o poder de ameaçar sente-se que é
possível ter algum poder, nem que seja de amedrontar, mesmo que para além disso não se
tenha poder algum. A única felicidade possível do bolsonarista – que não é felicidade alguma –
é o prazer proporcionado pela ameaça ou pela punição, em que se misturam ressentimentos e
requintes de sadismo.»

Odiario
Odiario

Bem-vindos à selva

Pepe Escobar*    05.Nov.18

«A refinada Guerra Híbrida em curso no Brasil, que começou em 2014, teve um ponto de inflexão em 2016 e culminou em 2018 com a destituição de uma presidente; a prisão de outro presidente; o esmagamento da Direita e do Centro-direita; e à moda de uma pós-política enlouquecida por esteróides, abriu o caminho para o fascismo.»

Odiario
Odiario

Manuel Loff: “O cavaquismo foi uma recuperação de muitos dos valores do salazarismo”

Uma muito interessante entrevista em que são abordados - com um rigor terminológico e de análise pouco usual nos grandes media - vários aspectos do actual ascenso da extrema-direita. Nomeadamente um que é essencial: se se procurar identificar a extrema-direita dos nossos dias pelos aspectos exteriores e de actuação dos fascismos das primeiras décadas do séc. XX incorre-se num perigoso erro.

Odiario
Odiario