Novidades

Odiario
Há 40 anos o heróico povo vietnamita derrotava a invasão imperialista norte-americana
Resumen Latinoamericano
:: Outros autores :: 24.Abr.15

A libertação de Saigão (hoje Cidade Ho Chi Minh) em 30 de Abril de 1975 deu o remate final à prolongada luta, plena de sacrifícios e façanhas gloriosas, do povo vietnamita pela reunificação nacional. Na ocasião do 40º aniversario da histórica efeméride, a Agencia Vietnamita de Noticias (VNA) divulga o seguinte breve resumo das mais importantes campanhas desenvolvidas pelas forças patrióticas de 4 de Março a 30 de Abril de 1975.

Odiario
Verdades e mentiras sobre a Cimeira das Américas **
Claudio Katz*
:: Outros autores :: 23.Abr.15

Claudio KatzO ponto crítico da América Latina, actualmente, não se situa na resistência aos Estados Unidos. O maior problema radica na estabilização de modelos capitalistas adversos às aspirações das maiorias populares. A significativa soberania política alcançada pela América Latina nos últimos anos não é sustentável com orientações económicas regressivas. Só um caminho de ruptura total com o neoliberalismo, o protagonismo popular, a radicalização política e o confronto com a classe capitalista pode pavimentar o caminho até à Segunda Independência.

Odiario
A mudança política na agenda regional
Julio C. Gambina
:: Colaboradores :: 22.Abr.15

A Cimeira das Américas mostrou os sinais não apenas de um subcontinente em mudança, mas de mudanças que têm já significativa expressão institucional, tal como a têm na luta dos povos. Na cimeira, ao fim do isolamento de Cuba correspondeu uma redução do espaço político de manobra dos EUA. Mas a dominação e agressão imperialista – política, económica, financeira, militar, diplomática – não tem ainda uma alternativa e um confronto à altura.

Odiario
DocumentoDois documentos por um grande movimento de solidariedade com os Comunistas e o Povo Ucraniano
PCP/KKE
:: Outros autores :: 21.Abr.15
Odiario
O «flagelo» das crateras do Mar Morto
Marie de Vergès
:: Outros autores :: 20.Abr.15

Este artigo ajuda a recordar que, entre os problemas do Médio Oriente que apenas a paz e a cooperação entre os povos permitirá resolver, estão agudos problemas ecológicos e de gestão dos recursos hídricos, como o demonstra a dramática situação do Mar Morto.

Odiario
Correr com eles é só uma parte da solução*
Filipe Diniz
:: Colaboradores :: 19.Abr.15

Portugal caminha para os últimos lugares na UE28 no que diz respeito ao custo horário do trabalho. Mas Passos Coelho acha que este “ainda é muito elevado”, que o grau de exploração e de empobrecimento dos trabalhadores portugueses ainda pode ir mais longe. Ou o povo acaba com esta gente e com esta política, ou esta gente e esta política acabam connosco.

Odiario
Barbárie policial
Editorial de “La Jornada”
:: Outros autores :: 18.Abr.15

Episódios como os de Ferguson e North Charleston dão conta de uma crise de direitos humanos dentro do território estado-unidense que retira autoridade moral às bazófias humanitárias de Washington.

Odiario
Raul Castro na Cimeira das Américas
Os Editores
:: Editores :: 17.Abr.15

Do importante discurso proferido por Raul Castro na Cimeira das Américas, os media internacionais apenas reproduziram um pequeno aparte dirigido a Obama. Omitiram assim o essencial de um discurso que denuncia vigorosamente a longa história da agressão imperialista contra a América Latina e o Caribe, e que afirma que, se uma pequena ilha pobre em recursos naturais foi, graças à determinação revolucionária do seu povo, capaz de enfrentar e libertar-se da dominação imperialista, muito mais poderá ser alcançado se um subcontinente inteiro souber empreender um caminho semelhante.

Odiario
Cinquenta Anos de Guerras Imperiais: Resultados e Perspectivas
James Petras
:: Colaboradores :: 16.Abr.15

Este artigo constitui uma notável tentativa de sistematização dos processos através dos quais os EUA aspiram ao poder global. É tanto mais interessante quanto permite constatar que a categoria “imperialismo”, mesmo quando abordada de um ponto de vista que diverge da concepção marxista-leninista, permite identificar traços e contradições essenciais do estado actual do capitalismo. Coisa que não sucede com os ideólogos que vêm tentando substituir o conceito de imperialismo pela palavra “império”.

Odiario
O Império vulnerável
Higino Polo*
:: Outros autores :: 15.Abr.15

Nenhum império aceitou de bom grado o seu desaparecimento, e os Estados Unidos estão a travar uma guerra para tentar manter a sua hegemonia no mundo: guerra aberta no Médio Oriente, por actores interpostos na Europa de Este, subterrânea na Ásia e nas instituições internacionais, empresariais, comerciais e ambientes diplomáticos.

Odiario
Assassínio policial na Carolina do Sul
Joseph Kishore
:: Outros autores :: 14.Abr.15

A repressão policial no interior dos Estados Unidos é a expressão doméstica dos mesmos métodos que a classe dominante emprega para defender no estrangeiro os seus interesses, através de infindáveis guerras e assassínios por meio de drones.

Odiario
A tripla mensagem chinesa
Xulio Ríos*
:: Outros autores :: 12.Abr.15

As jornadas parlamentares anuais “lianghui” afirmaram que a China, reduzindo embora a sua perspectiva de crescimento económico (para cerca de 7%, o que excede a de qualquer outra economia desenvolvida), coloca novos objectivos de desenvolvimento interno e prossegue a sua política de afirmação no plano internacional.

Odiario
Massacres, represálias e protestos no Quénia*
Carlos Lopes Pereira
:: Colaboradores :: 11.Abr.15

Em 2 de Abril um comando das milícias islamitas somalis Al Shebab levou a cabo um massacre na Universidade de Garissa, no Leste do Quénia. 148 pessoas morreram – 142 estudantes, três soldados e três polícias – e mais de uma centena ficaram feridas. Na segunda-feira a aviação militar do Quénia retaliou em território da Somália contra bases daquela organização, provocando baixas entre a população civil. A espiral desta violência sectária, da retaliação e da repressão nunca vai às origens do problema. Mas as vítimas são as mesmas em todo o lado.

Odiario
Caos*
Jorge Cadima
:: Outros autores :: 10.Abr.15

Jorge CadimaA criminosa devastação em curso no mundo árabe chegou agora ao Iémen. A justificação é a do costume: o “terrorismo” (que os agressores sauditas apoiam), o “direito humanitário”. Mas, tal como na Líbia, Iraque ou Síria, o objectivo – depois do fracasso das intervenções directas dos EUA – é outro: gerar o caos para, face à inexistência de estados soberanos capazes de afirmar a independência, abrir caminho à pilhagem imperialista.

Odiario
DocumentoNos 65 anos do “Apelo de Estocolmo”
Apelo de Estocolmo
:: Outros autores :: 09.Abr.15

O “Apelo de Estocolmo” exigindo a interdição absoluta da arma atómica foi formulado em Março de 1950. Estava então bem presente o inútil horror das bombas de Hiroshima e Nagasaki. 65 anos passaram sem que essa barbaridade fosse repetida, mas a exigência permanece actual e oportuna. Mais países passaram a dispor dessa arma. Alguns deles – como sucede nomeadamente com Israel e os EUA – encaram a utilização dos arsenais nucleares como parte integrante da sua doutrina militar. Há entre os dirigentes imperialistas muitos que não podem ser classificados senão como criminosos de guerra. A arma nuclear em tais mãos ameaça toda a humanidade.

Odiario
DocumentoConstatações e conclusões da Mesa-Redonda «Não esquecer – Não à NATO»
Belgrado, Centro Sava, 23 de Março de 2015
:: Outros autores :: 09.Abr.15
Odiario
Felipe está para Obama como Obama está para Rajoy
Carlos Aznárez
:: Outros autores :: 08.Abr.15

O papel da Espanha é complementar do dos EUA na coordenação e incentivo à iniciativa reaccionária visando o ataque aos regimes progressistas na América Latina. O fascistóide Aznar tem desempenhado um papel destacado na conspiração. Mas, dos caducos PP e PSOE ao “promissor” PODEMOS, todos participam no actual coro de ataques contra a revolução bolivariana.

Odiario
Alvos de guerra
Max Altman*
:: Outros autores :: 07.Abr.15

A Venezuela e a Argentina são vítimas de brutal ofensiva da direita, dos sectores oligárquicos e de Washington.

Odiario
O objectivo imediato da invasão de Al Saud ao Iémen e a sua meta final
Pablo Jofré Leal
:: Outros autores :: 05.Abr.15

A Arabia Saudita, sem qualquer autorização ou mandato de organismos internacionais, ataca um país soberano e a comunidade internacional não reage. A Casa Al Saud assassina civis, destrói cidades e o Conselho de Segurança mantêm-se mudo. Esta é uma imagem dos dois pesos, da moral dúplice de uma comunidade internacional que se move ao ritmo dos poderosos interesses da tríade directamente responsável: o imperialismo e a aliança sionista-wahabita.

Odiario
O vale de San Quintín
Guillermo Villalobos*
:: Outros autores :: 03.Abr.15

Uma zona isolada no norte do México. Uma população de proletários rurais, brutalmente explorados e oprimidos, socialmente marginalizados. Mas há um vento de agitação que percorre o país, e os explorados levantam-se. Nada têm a perder senão as próprias cadeias.