Novidades

Odiario
Espanha e a terceirização do caos na Venezuela
Carlos Fazio
:: Outros autores :: 01.Out.14

Justifica-se plenamente que publiquemos em dias seguidos dois artigos sobre a Venezuela. Os inimigos externos e internos da Revolução Bolivariana não desistem, e dispõem de meios de acção muito poderosos. Denunciar a sua permanente actividade conspirativa, desestabilizadora e terrorista é um dever de solidariedade.

Odiario
A diplomacia anti-imperialista e petroleira do novo chanceler da Venezuela
Basem Tajeldine e Adriana Blanco
:: Outros autores :: 30.Set.14

A Venezuela deixou de ser um peão do imperialismo estado-unidense no momento em que a Revolução Bolivariana recuperou o controlo sobre a principal industria petroleira do país. Os seus importantes recursos energéticos e a diplomacia que os utiliza em defesa da independência nacional constituem um inestimável trunfo da Revolução Bolivariana.

Odiario
Belicismo dos EUA aumenta em África*
Carlos Lopes Pereira
:: Colaboradores :: 29.Set.14

Para a África Ocidental, onde sobretudo três países – Libéria, Guiné-Conakry e Serra Leoa – enfrentam uma epidemia de ébola, que já causou quase três mil mortos, os EUA transportam numa ponte aérea técnicos de saúde, hospitais de campanha… e três mil soldados.

Odiario
EntrevistaMauro Iasi: “A verdadeira tarefa da esquerda vem depois das eleições: construir a alternativa ao bloco dominante”
Gabriel Brito e Valéria Nader*
:: Outros autores :: 28.Set.14

A conjuntura eleitoral brasileira expressa o resultado de um longo período de despolitização, num quadro em que as eleições acabam por se concentrar nas duas candidatas que previsivelmente terão maior expressão eleitoral. Pouco se debate a respeito de verdadeiros projectos e, mais ainda, dos interesses de classe que estão por trás de uma e outra alternativa. É nesse quadro que assume ainda maior interesse ouvir a opinião de Mauro Iasi, candidato do PCB à presidência do Brasil.

Odiario
O jornalismo, «os jornalistas» e as distinções necessárias*
Fernando Correia
:: Outros autores :: 27.Set.14

Não convém julgar o conjunto dos jornalistas apenas pela pequena parte que, ocupando posições de direcção e de responsabilidade editorial, funciona como veículo privilegiado de transmissão, quer para dentro das redacções quer para o exterior, das orientações das administrações e dos interesses que elas representam.

Odiario
EUA: Um estado inimigo da Humanidade
Miguel Urbano Rodrigues
:: Colaboradores :: 26.Set.14

A contra-ofensiva imperialista iniciada logo após o final da II Guerra Mundial intensificou-se na década de 80 do século passado e atingiu dimensão global com as derrotas do socialismo no leste europeu. Desenvolve-se em todos os continentes. A escalada terrorista de agressão e ocupação e o rasto de caos que gera põem em risco o próprio futuro da humanidade. Mas começa a depara-se com sucessivos atoleiros.

Odiario
Enganos eleitoreiros
Maurício Grillo*
:: Outros autores :: 25.Set.14

A actual conjuntura eleitoral brasileira empurra para um difícil dilema: votar em quem? Perigosamente em Marina, duvidosamente em Aécio ou temerosamente em Dilma?

Odiario
O mito dos Yézidis sobre a montanha do Iraque
Peter Van Buren
:: Outros autores :: 24.Set.14

De cada vez que os EUA invocam uma razão para intervir militarmente no Iraque, a história que contam cheira a esturro primeiro, e depois verifica-se ser mentira. Corresponderá à primeira fase a dramática história do povo Yézidi refugiado na montanha para não ser massacrado?

Odiario
Uma pedra de toque*
Filipe Diniz
:: Colaboradores :: 22.Set.14

O nosso país não estaria na dramática situação actual sem o processo de integração europeia, sem a integração no euro, sem a ingerência da troika, sem o “Pacto de Estabilidade”, sem o “Tratado orçamental”. A essa questão política central Costa e Seguro respondem com mais federalismo e mais UE. Por aqui se vê o género de “alternativa” e de “mudança” que representam.

Odiario
Três factos que explicam a importância do petróleo na crise no Iraque
Brad Plumer
:: Outros autores :: 21.Set.14

Desde há meses, militantes sunitas do Estado Islâmico (mais conhecido por ISIS) detêm o controlo de vastas áreas do Iraque. Mas foi só quando penetraram em território curdo semi-autónomo e próximo de Erbil, a capital curda (uma cidade rica em petróleo, onde estão várias companhias ocidentais, como a Chevron e a ExonMobil), que a administração Obama decidiu autorizar ataques aéreos contra o ISIS.

Odiario
Analogias entre Jugoslávia e Ucrânia
Stephen Karganovic
:: Outros autores :: 20.Set.14

Repetem-se as “revoluções coloridas”, as “armas de destruição massiva”, os argumentos para demonizar adversários, o recurso ao banditismo e aos grupos neo-nazis ou fundamentalistas. Se o imperialismo, por falta de imaginação (ou por arrogância em excesso) actua repetidamente segundo uma mesma matriz, isso proporciona uma significativa vantagem estratégica. Permite antecipar as suas acções e prever contramedidas efectivas.

Odiario
Entrevista a René González*«Sentimo-nos heróis como qualquer cubano»
Hugo Janeiro (texto)
:: Outros autores :: 19.Set.14

René González, preso e condenado pelos EUA num processo político, esteve na Festa do Avante!. Ao Órgão Central do PCP o patriota cubano, libertado após cumprir a sentença, rejeitou ser um arquétipo e sublinhou a heroicidade de Cuba e do seu povo; denunciou os EUA como os principais promotores do terrorismo e explicou como resistiram os cinco anti-terroristas, três dos quais (Antonio, Ramón e Gerardo) permanecem encarcerados apesar da crescente exigência da sua libertação, pelo que, nota, «este é o momento para que o governo norte-americano tome a decisão correcta: aplicar a justiça e libertá-los».

Odiario
Colômbia e o elo leninista actual
Alberto Pinzón Sánchez
:: Outros autores :: 18.Set.14

O processo de Paz de Havana gerou uma diferenciação, realinhamento e conflito extremo no interior da amálgama oligárquica colombiana, inconcebível há poucos anos. E traçou também uma linha divisória na sociedade colombiana entre os que estão pela destruição do processo de Paz de Havana usando todas as formas de luta, e os que estamos a favor da sua completa culminação.

Odiario
O verdadeiro legado dos Estados Unidos
Lágrimas de crocodilo pelo Iraque
Nick Alexandrov (CounterPunch)
:: Outros autores :: 17.Set.14

Os antecedentes das “intervenções humanitárias” do imperialismo, repletas de crimes contra a humanidade, mostram bem quanto valem as novas preocupações “humanitárias” de Obama. Seja onde for que se manifestem, é sempre de esperar o pior.

Odiario
Reforma Política: tática oportunista para as eleições e diversionista para as lutas de massa
Ivan Pinheiro (*)
:: Colaboradores :: 16.Set.14

Ivan PinheiroAo tomar posse há 12 anos Lula jogou no lixo, ao mesmo tempo, o programa da campanha, a coordenação política e a proposta do Programa dos 100 Dias, fazendo a opção pela governabilidade institucional da ordem, ao invés da governabilidade popular pelas mudanças. Os reformistas levantam agora, como a salvação da pátria, a bandeira da convocação de um plebiscito para uma constituinte, que abandonaram no momento propício, há dez anos!

Odiario
A “catastrófica derrota” de Obama na Ucrânia
Mike Whitney
:: Outros autores :: 15.Set.14

Moscovo apelou repetidamente ao fim da violência e à retomada das negociações, mas cada apelo foi recusado pela marionete de Obama em Kiev levando a nova série de hostilidades. Washington não quer a paz. Washington quer a mesma solução que impôs no Iraque, no Afeganistão, na Líbia e na Síria. Mas o “pivot” de Washington está a esbarrar contra um muro.

Odiario
A Turquia, elo mais fraco da aliança contra o Estado Islâmico
Nare Hakikat
:: Outros autores :: 14.Set.14

No complexo atoleiro do Médio Oriente, o “aliado” num lugar é o “adversário” noutro. As ambições da Turquia à condição de potência regional – e as alianças que estabelece, e as hordas de bandidos que apoia - podem explodir-lhe dentro de casa.

Odiario
O fim de uma ilusão
Pável Blanco Cabrera*
:: Colaboradores :: 13.Set.14

«Com que actualidade a socialização da economia e o poder operário e popular emergirão nos próximos dias ou, para o dizer mais francamente, com que actualidade se coloca na agenda nacional a tarefa de uma nova Revolução de que o povo será protagonista!
O poder operário e popular é hoje a única alternativa ao governo da fome e da miséria, e vamos pôr o acento tónico na frente ideológica para impedir que entre os trabalhadores se voltem a semear ilusões».

Odiario
Alucinações bélicas
Jorge Cadima*
:: Outros autores :: 12.Set.14

Jorge Cadima“O Estado-Maior da guerra imperialista, a NATO, realizou uma Cimeira há poucos dias. O extenso comunicado final da Cimeira é alucinante. O ataque à Rússia foi o tema forte nesta Cimeira do Delírio. Mais uma vez, a guerra e a mentira andam de mãos dadas, ao serviço do imperialismo.”

Odiario
A Supremacia dos Estados Unidos no Banco Mundial
Eric Toussaint*
:: Outros autores :: 11.Set.14

A ideia de que o Banco Mundial se transformou numa enorme burocracia que se foi libertando progressivamente da influência dos Estados Unidos não corresponde à realidade. A realidade é que essa instituição funciona sob o controlo apertado do governo dos Estados Unidos.