Novidades

Odiario
A NATO lança o seu maior exercício militar desde o final da Guerra Fría
Manlio Dinucci
:: Outros autores :: 29.Jun.15

O imperialismo eleva o tom da estratégia de tensão militar. As manobras da NATO de finais de Setembro e início de Novembro no Mediterrâneo apontam em várias direcções, e em todas é visível a mesma irresponsável e criminosa escalada agressiva e de provocação.

Odiario
DOCUMENTOTribunal dos Povos Contra a Guerra
Os Editores
:: Editores :: 28.Jun.15
Odiario
Empate técnico*
Filipe Diniz
:: Colaboradores :: 27.Jun.15

A campanha para confinar a escolha eleitoral aos partidos da política de direita – PSD/CDS e PS – está em marcha e vai intensificar-se todos os dias. Já é quase rotina. As sondagens vão desempenhando o papel que lhes cabe nessa engrenagem. Mas uma leitura das propostas eleitorais desses partidos bastaria para desmontar tal manobra. Em todos os aspectos fundamentais – UE, economia, educação, sistema político – a matriz é a mesma. E os resultados são bem conhecidos.

Odiario
Wikileaks lança luz sobre tratado ultra-secreto
Marco A. Gandásegui
:: Outros autores :: 26.Jun.15

O grande capital transnacional organiza-se cada vez mais como uma ditadura global. O imperialismo, com os EUA à frente, negoceia em segredo um tratado internacional que impediria cada país de tomar medidas de controlo sobre a especulação financeira dos grandes bancos, cujo colapso fez eclodir a actual crise. O capital monopolista é um inimigo global dos povos e procura agir à sua revelia. Mais tarde ou mais cedo caberá aos povos resolver a questão.

Odiario
“Esta pseudo esquerda europeia é outra tragédia”
CX36
:: Outros autores :: 25.Jun.15

«É uma vergonha que todo este movimento de indignados, de desempregados esteja, antes de tudo encabeçado pela classe média ressentida que quer voltar a recuperar o que perdeu com a crise e a austeridade.»

Odiario
A história não contada das exportações militares israelitas para o Sudão do Sul
Idan Landau
:: Outros autores :: 24.Jun.15

Desde a independência do Sudão Israel não cessou de vender armas, treino militar, segurança interna e tecnologia de vigilância a esse país. O problema é que essas e outras armas são utilizadas para cometer crimes de guerra e possíveis crimes contra a humanidade. Os EUA e a UE decretaram um embargo. O aliado sionista faz o trabalho sujo por eles.

Odiario
Vasco Gonçalves, sempre connosco
António Avelãs Nunes
:: Colaboradores :: 23.Jun.15

Os grandes patrões da comunicação social silenciam a figura de Vasco Gonçalves, falecido há 10 anos. Continuam a ter medo dele porque sabem que ele está presente, no meio dos trabalhadores, em todas as lutas que estes travam contra a ditadura do grande capital financeiro e contra as suas políticas atentatórias da dignidade dos povos.

Odiario
Não esquecer Luuanda de Luandino Vieira*
Manuel Gusmão
:: Outros autores :: 22.Jun.15

Numa época em que o branqueamento do fascismo progride em vários lugares do mundo, nomeadamente em países da Europa de Leste e central, o grupo parlamentar do PCP apresentou uma moção para que não se esqueça, saudando a coragem cívica de que deram mostras os escritores portugueses. Assim a AR, ao votar favoravelmente esta iniciativa do PCP, homenageou a Direcção da SPE e saudou a Associação Portuguesa de Escritores como digna sucessora da Sociedade violentamente extinta em 1965.

Odiario
30 anos da assinatura do Tratado de Adesão à CEE
Conferência de imprensa de Ângelo Alves*
:: Outros autores :: 21.Jun.15

A política de direita que há quase quatro décadas tem sido praticada por PS, PSD e CDS é inseparável do processo de integração capitalista europeu. Uma e outro são faces de uma mesma opção de classe, contrária aos interesses e aspirações do povo português, e alimentam-se mutuamente. As forças políticas portuguesas que suportaram e suportam o processo de integração capitalista são as mesmas que desde 1976 procuram reverter muitas das conquistas económicas, sociais e políticas da Revolução de Abril.

Odiario
Conspirações*
Jorge Cadima
:: Outros autores :: 20.Jun.15

Jorge CadimaComeçam a surgir documentos que confirmam o que quem conheça o banditismo visceral do imperialismo há muito suspeitava: que, tal como antes a Al-Qaeda, o Isis é uma criação dos serviços secretos imperialistas em conluio com Israel e a Arábia Saudita.

Odiario
Estamos em guerra
Ángeles Maestro*
:: Colaboradores :: 19.Jun.15

Para o grande capital o importante é a “estabilidade”. Jean Claude Juncker, actual Presidente da Comissão Europeia, disse: «Sabemos o que temos que fazer, mas não sabemos é como ser reeleitos depois de o fazer» Afirmação inquietante, porque se não é provável que mudem as suas políticas a pergunta é o que farão quando não tiverem os votos que as apoiem. E em situações de crise tão profundas como a actual, quando a possibilidade do sistema amortecer a luta de classes através de concessões sociais é praticamente nula, o fascismo e a guerra expandem-se.

Odiario
Nos EUA a polícia assassina duas pessoas por dia
CX36 Radio Centenario de Montevideo-Uruguai
:: Colaboradores :: 18.Jun.15

Tal como era de esperar, o quadro de candidaturas presidenciais nos EUA é sombrio. Apesar de Obama representar uma política bélica e Hillary Clinton ser uma continuação da política beligerante, há candidatos republicanos que querem aprofundar e ir mais além do que existe actualmente. E os dois candidatos - sem possibilidades - representantes da ala supostamente progressista no Partido Democrata, Elizabeth Warren, que ataca Wall Street, e o auto-intitulado socialista, Bernie Sanders, um demagogo populista, são ambos fiéis apoiantes da política imperialista.

Odiario
É possível no Brasil de hoje, a partir das condições atuais, avançar rumo ao socialismo?
Anita Leocadia Prestes*
:: Outros autores :: 17.Jun.15

Os trinta anos decorridos após a transição pactuada da ditadura militar para um regime de democracia restrita não possibilitaram a superação da regressão havida nos 21 anos anteriores no que se refere à criação das condições subjetivas para a revolução no Brasil. Percebemos a ausência de lideranças revolucionárias e de partidos políticos enraizados nos sectores populares e habilitados a conduzir amplas massas rumo a transformações profundas da sociedade brasileira. Entre as forças consideradas de esquerda imperam o voluntarismo ou o reformismo.

Odiario
O PCP tornado invisível pela comunicação social
José Pacheco Pereira
:: Outros autores :: 16.Jun.15

A Marcha Nacional da CDU em 6 de Junho foi objecto de um escandaloso silenciamento nos grandes meios de comunicação social. Um homem de direita, Pacheco Pereira, aponta esse facto. É certo que não lhe dá o nome que merece – o de censura – e que descarrega a responsabilidade para os jornalistas e as redacções dos jornais. Mas neste texto ressoa vagamente o poema de Brecht: “primeiro levaram os comunistas…”

Odiario
O que trás a visita a Belgrado de Angela Merkel?
Dragomir Vučićević*
:: Outros autores :: 15.Jun.15

Angela Merkel irá em breve visitar a Sérvia. Seria na verdade muito difícil explicar que essa visita oficial ao país e à nação que sofreu tão terrivelmente sob a ocupação da soldadesca hitleriana, num ano de numerosas datas comemorativas, passasse sem a devida homenagem ao 70º aniversário da vitória sobre o nazi-fascismo, sem tributo a milhões de vítimas, e sem pedido de desculpas público à nação sérvia.

Odiario
PSD/CDS e PS“prometem” congelamento de remunerações e pensões até 2018
Eugénio Rosa
:: Outros autores :: 14.Jun.15

A esmagadora maioria dos reformados e aposentados têm as suas pensões congeladas desde de 2010. Tal facto, associado ao confisco dos subsídios de férias e Natal em 2012, e à aplicação da CES, determinou uma redução muito significativa dos rendimentos dos pensionistas tanto da Segurança Social como da CGA. Agravando imenso as condições de vida desta camada da população e atirando muitos deles para a miséria, mais grave porque tiveram de apoiar os filhos desempregados. O PSD/CDS prevê roubar mais 600 milhões aos pensionistas. O programa eleitoral do PS nada diz sobre a sua situação. E quanto a salários, estão de acordo: manter o congelamento.

Odiario
DocumentoComunistas mexicanos: regressar ao futuro*
Aníbal Santiago
:: Outros autores :: 13.Jun.15

Publicamos como Documento esta reportagem de uma revista mexicana sobre o PCM. O seu interesse é duplo. Por um lado, dá uma ideia da vida e da corajosa acção de um partido que, actuando numa sociedade profundamente desigual em que o poder da classe dominante reprime com a mais bárbara violência – e que tem sofrido o assassínio de dirigentes e militantes – defende com firmeza princípios e objectivos. Por outro, ajuda a compreender como a força de um partido resulta, mais do que do número de militantes que tenha, da coerência, da convicção e da determinação com que assuma a defesa dos trabalhadores e do povo e lhes aponte um caminho de esperança e de luta.

Odiario
Entrevista Ivan Pinheiro [*]A onda conservadora no mundo e as lutas actuais na América Latina
O Poder Popular
:: Outros autores :: 12.Jun.15

Tanto a agressividade contra a Venezuela como a “normalização” em relação a Cuba são tiros de Obama que saem pela culatra. Na Venezuela, uniu as massas em torno do governo Maduro e da experiência bolivariana, reforçou as milícias populares e ainda dividiu e enfraqueceu a oposição conservadora. Na Cimeira das Américas o desastrado decreto isolou os EUA, obrigou Obama a negar vergonhosamente a ameaça que fizera e ainda ouvir o corajoso discurso de Raul Castro denunciando o histórico de golpes do imperialismo contra Cuba e outros países na região e marcando os limites da aproximação entre os dois países.

Odiario
A falácia do envelhecimento demográfico
Jorge Bateira
:: Outros autores :: 10.Jun.15

O assalto neoliberal ao nosso sistema de pensões, aliás já muito degradado pela reforma de 2007, conta com o apoio dos media que aboliram do espaço público a discussão da política económica e social que tem sido imposta pela UE à Grécia e restantes países sob tutela. Este tabu conta com a complacência do PS que alimenta nos portugueses a expectativa de que, um dia, a Europa vai mudar.

Odiario
A Segunda Guerra Mundial, a vitória sobre o nazi-fascismo e a luta pela Paz
Rui Namorado Rosa
:: Colaboradores :: 09.Jun.15

A Segunda Guerra Mundial é dita decorrer entre 1939 e 1945. Mas essa tragédia é melhor compreendida se encarada como um processo histórico, com seus antecedentes, frequentemente remontando à Primeira Guerra Mundial ou à Grande Depressão, e com suas consequências próximas e as que projectou até hoje e no nosso futuro.