Novidades

Odiario
Snowden, Obama e o IV Reich Americano
Miguel Urbano Rodrigues
:: Colaboradores :: 30.Mar.15

O documentário de Laura Poitras “Citizenfour”, premiado com um Óscar, não tem tido a atenção que merece por parte do público no nosso país. O seu título é o nome de código de Edward Snowden, o ex agente da CIA que revelou ao mundo a existência e o funcionamento do monstruoso sistema de espionagem criado pela NSA, cujos tentáculos cobrem o mundo. Peça fundamental da estratégia imperialista de dominação planetária, o desmascaramento desta ameaça é uma tarefa de defesa da humanidade.

Odiario
DOCUMENTOManuel Marulanda Vélez
O estratega da paz
Os Editores
:: Editores :: 29.Mar.15

Odiario
Nigéria em guerra escolhe presidente*
Carlos Lopes Pereira
:: Outros autores :: 28.Mar.15

As eleições de hoje na Nigéria podem contribuir para solucionar ou, pelo contrário, para agravar o sangrento conflito armado no Nordeste nigeriano. Conflito que já se internacionalizou com o envolvimento dos exércitos de países vizinhos – Chade, Níger e Camarões, apoiados pela França – e até de mercenários de origem sul-africana, ao lado das desmoralizadas forças armadas nigerianas.

Odiario
DOCUMENTOStephen Cohen, um erudito e uma autoridade de topo acerca da Rússia:
Os Editores
:: Editores :: 27.Mar.15

Publicamos os tópicos da comunicação apresentada por Stephen Cohen numa mesa redonda realizada em Bruxelas em 2 de Março. Sendo apenas tópicos, traçam uma notável síntese da forma como os EUA encaram a sua relação com a Rússia desde os anos 90 do século passado. E se podem fazer-se apreciações diferentes sobre a perspectiva da guerra, que decerto suscita reservas mesmo no interior do campo imperialista ocidental, há uma afirmação fundamental a reter: a de que essa perspectiva existe hoje, mas essa possibilidade nunca existiria sem o fim da URSS.

Odiario
De como as artes nos fazem humanos, ou a voz de um operário
Manuel Gusmão
:: Outros autores :: 26.Mar.15

«A minha experiência como professor tal como a dos meus colegas com quem regularmente discutia
tem-me confirmado na recusa da existência de impossibilidades reais numa dada relação entre um humano e uma obra de arte.»

Odiario
A Europa também vira… na direcção da China
M K Bhadrakumar
:: Outros autores :: 25.Mar.15

Enquanto o imperialismo norte-americano se enreda numa guerra sem fim na Mesopotâmia, e na Eurásia persegue um objectivo que não tem o menor impacto directo para os interesses vitais estado-unidenses desenvolve-se, ao mesmo tempo e debaixo do seu nariz, uma reconfiguração fundamental da dramaturgia asiática. Pequim tirou o tapete à estratégia estado-unidense de conter a China, não só em termos intelectuais, mas também em termos políticos e diplomáticos.

Odiario
A China converte-se no terceiro exportador mundial de armamento
Macarena Vidal Liy
:: Outros autores :: 24.Mar.15

Macarena Vidal LiyEste seria um artigo factual, se fosse possível tratar como simplesmente factual a questão da produção e do comércio mundial de armamentos. Duas coisas poderão andar ligadas: enquanto o capitalismo se debate com uma das mais profundas e prolongadas crises da sua história, o comércio mundial de armamento cresce 16% entre 2010 e 2014.

Odiario
A América Latina na dinâmica da guerra global
Jorge Beinstein
:: Outros autores :: 22.Mar.15

A estratégia imperialista aparece articulada em torno de três grandes eixos; o transatlântico e o transpacífico que apontam, num gigantesco jogo de tenazes, contra a convergência russo-chinesa, centro motor da integração euro-asiática. E a seguir o eixo latino-americano, destinado à reversão dos processos progressistas aí em curso e à recolonização da região. E essa estratégia é uma estratégia de guerra.

Odiario
O capitalismo no país das maravilhas*
António Santos
:: Outros autores :: 21.Mar.15

Nos EUA, a segunda economia mais rica do mundo, o número de gente sem casa triplicou desde 1983, atingindo os 3,5 milhões. Há actualmente 15 milhões de crianças com fome. Destas, 1,5 milhões não tem casa. Na lista de países que melhor protegem as suas crianças, a UNICEF coloca os EUA abaixo da Grécia e apenas duas posições acima da Roménia.
A maior potência imperialista, que leva a guerra a todo o planeta, está também em guerra com os pobres do seu próprio país.

Odiario
A dívida argentina e o debate internacional
Julio C. Gambina*
:: Outros autores :: 20.Mar.15

O clamor que se levanta é pela investigação e auditoria da dívida pública, na Argentina e no mundo. A questão da dívida pública adquiriu carácter global, afecta as relações globais e a economia mundial. A investigação impõe ao mesmo tempo suspender os pagamentos e repensar a forma de agir em relação à dívida. É uma conclusão que vai para além das pressões dos abutres, dos especuladores de todo tipo e dos poderes judiciais locais e externos. É um tema de soberania popular.

Odiario
Colombo, um D. Quixote que chegou à América desafiando a Geografia e a História.
Miguel Urbano Rodrigues
:: Colaboradores :: 19.Mar.15

Independentemente da ignorância da geografia e da ciência náutica e da sua teimosa insistência em invocar a Bíblia e Ptolomeu em defesa de um projecto irresponsável, a chegada de Colombo a um Novo Mundo foi um acontecimento que alterou profundamente a História da Humanidade.

Odiario
As dividas à Segurança Social disparam, as prestações sociais baixam, o Governo incentiva o incumprimento.
Eugénio Rosa
:: Outros autores :: 18.Mar.15

Eugénio RosaApesar do esforço do governo para ocultar uma situação que tem efeitos graves na sustentabilidade da Segurança Social, é possível concluir que, com a “troika” e o governo PSD/CDS, as dívidas à Segurança Social dispararam. E o que o Governo oculta são os grandes devedores

Odiario
DOCUMENTOConstruir Alternativa Popular contra a chantagem do impeachment e a conciliação governista
(Nota Política do PCB)
:: Editores :: 17.Mar.15

As manifestações de domingo no Brasil tiveram uma importante expressão de massas, como o tinham tido protestos anteriores, nomeadamente os de 2013. Tal como nestes, os grandes interesses que continuam a dominar a sociedade brasileira exploram o mal-estar pelo qual são, em última análise, os principais responsáveis: pelas gritantes desigualdades, pela corrupção, pela sociedade repressiva e injusta que geraram, pelas cedências que impõem a governos que chegaram ao poder prometendo um outro Brasil. O desafio que se coloca às forças progressistas é complexo: fazer frente à ofensiva e às ambições golpistas da grande burguesia sem ceder no combate e na denúncia do oportunismo e da atitude capituladora do governo, que quebra na prática as promessas e compromissos que assumiu perante os trabalhadores e o povo.

Odiario
Reforma política e corrupção
Samuel Pinheiro Guimarães [*]
:: Outros autores :: 16.Mar.15

A concentração do rendimento e da riqueza em mãos de uma ínfima minoria da população brasileira tem importantes efeitos sobre o sistema democrático e sobre os episódios de corrupção. Os indivíduos detentores de riqueza e renda têm interesse em preservar os mecanismos de concentração e interesse em que não surjam instrumentos legais (leis ou programas) que desconcentrem riqueza e renda.

Odiario
A Coreia do Sul à cabeceira da sua moribunda democracia
Rémy HERRERA*
:: Outros autores :: 15.Mar.15

Depois de ter abandonado a soberania nacional e perdido a independência económica, a República da Coreia vê o seu governo actual tentado pela nostalgia ditatorial. A recente interdição do Partido Progressista unificado é a confirmação do facto de que, nesse território sob ocupação dos EUA, manifestar apreço pelo socialismo ou defender a reunificação da Coreia conduz à prisão por « alta traição».

Odiario
Na Grécia, o Syriza abre cenário de polémicas e interrogações
Achille Lollo*
:: Outros autores :: 14.Mar.15

Se Alexis Tsipras tivesse revelado que o aumento do salário mínimo de 450 para 750 euros não seria imediato mas gradual e talvez a partir de Setembro de 2015, com base no conjunto dos novos recursos financeiros, é evidente que o Syriza nunca teria ganho as eleições, e talvez nunca existisse como «Partido da Esquerda Radical».

Odiario
O olhar de Tintim de volta ao Congo*
Carlos Lopes Pereira
:: Colaboradores :: 13.Mar.15

A direita europeia (incluindo o “socialista” Hollande) e o imperialismo em geral continuam a ver África com os olhos do colonialismo, a agir no sentido da recolonização africana, a pretender ditar as opções de política interna a países que, queiram ou reconhecê-lo, são hoje independentes. Um dos alvos recentes é a República Democrática do Congo.

Odiario
Maduro: Sanções dos Estados Unidos são prólogo de agressão
Miguel Urbano Rodrigues
:: Colaboradores :: 11.Mar.15

Obama emitiu uma “ordem presidencial» anunciando a aplicação de sanções à Venezuela. Já habituou a humanidade a decisões perigosas e irresponsáveis. Mas dificilmente existe precedente para uma atitude tao insensata como a de declarar «estado de emergência» ao acusar um país soberano de ameaçar a segurança dos EUA por suposta «violação de direitos humanos».

Odiario
Os comunistas na TV – hoje como ontem a discriminação*
Fernando Correia
:: Colaboradores :: 10.Mar.15

A discriminação mediática do PCP – da sua acção, da sua intervenção na sociedade, das suas opiniões, das suas propostas – continua a ser uma realidade, seja através do silenciamento, da deturpação ou de outras várias formas. É uma das pedras de toque para verificar o carácter “democrático” e até “de esquerda” de muitos dos que são pessoalmente responsáveis por que tal suceda.

Odiario
A russofobia de Vasco Pulido Valente
José Manuel Jara
:: Outros autores :: 10.Mar.15

Esta carta, de comentário a uma crónica de Vasco Pulido Valente no “Público” (6.03.2015), não foi publicada por esse jornal. O calibre ideológico da maioria dos cronistas do diário da SONAE é bem conhecido. Aparentemente, no reduzido pluralismo político do referido jornal não caberia este comentário às opiniões – em regra reaccionárias e frequentemente delirantes – deste seu emblemático cronista.