Artículos de: Abril, 2013

Odiario

Cronicando sobre a resistência venezuelana

Ana Saldanha    30.Abr.13    Outros autores

As forças bolivarianas, embaladas pelo ambiente da campanha eleitoral e por sondagens que vieram a verificar-se muito pouco fiáveis, deixaram-se contagiar pelo triunfalismo. Quando foram anunciados os resultados apenas uma parte dos venezuelanos gritou de júbilo. Outros ficariam atónitos perante a tão pequena margem da vitória de Maduro. A Festa, uma vez anunciados os resultados, iria ter uma estranha amargura no paladar. Mas, contrariando o desalento de alguns nessa noite, logo no dia seguinte cerrar-se-iam fileiras em apoio ao novo Presidente.

Odiario
Odiario

Apontamento desde Boston*

António Santos    29.Abr.13    Outros autores

Nos EUA, o termo «terrorismo» transformou-se num balão de normatividade que, no fundo, serve apenas para distinguir axiologicamente a violência institucional de algumas outras. Uma hora antes do atentado, um drone assassinava «por erro» 30 pessoas numa festa de casamento no Afeganistão. Não só Obama não considerou esta matança como «terrorismo» como praticamente nenhum jornal estado-unidense a referiu.

Odiario
Odiario

«O caminho do euro» – segundo o FMI*

Aurélio Santos    27.Abr.13    Outros autores

Onde quer que entre a “ajuda” da troika FMI/BCE/UE o resultado é o desastre económico e social. Um exemplo menos divulgado é o da Letónia, mas merece ser muito mais conhecido.

Odiario
Odiario
Nota dos Editores

O povo por Abril, as troikas contra ele

Os Editores    26.Abr.13    Editores

Odiario
Odiario

Tortura nas prisões colombianas: sistematismo e impunidade revelam uma lógica de Estado

Azalea Robles*    25.Abr.13    Outros autores

Ao omitir o nome de Saramago no discurso oficial da inauguração da Feira Internacional do Livro em Bogotá, Cavaco Silva mostrou o seu conflito insanável com a Língua e a Literatura portuguesas, e a sua responsabilidade no acto censório do XII Governo português por si presidido a O Evangelho Segundo Jesus Cristo do Nobel português. Com a sua presença em Bogotá, na companhia de Paulo Portas, deu cobertura a um Estado terrorista, capaz dos mais horrendos crimes, como se documenta no texto que hoje publicamos.
Tem já reservado um lugar destacado na História, pelas piores razões.

Odiario
Odiario

Os perigos da guerra
O que é que há por detrás do conflito entre Estados Unidos e Coreia do Norte?

Jack A. Smith    24.Abr.13    Outros autores

Jack A. SmithDesde a assinatura do armistício de Julho de 1953 que os EUA se recusam a negociar um tratado de paz para a Coreia. Entre 1950 e 1953 são responsáveis pela morte de milhões de coreanos. Mantêm a ocupação do sul da península, promovem sistematicamente uma situação de ameaça, tensão, confronto e agressão. A actual escalada de tensão é mais uma negra marca no historial de Barack Obama, “nobel da paz”.

Odiario
Odiario

A África do Sul é uma nação encolerizada e frustrada, à beira da explosão

Danny Schechte    23.Abr.13    Outros autores

Danny Schechte A esposa de Nelson Mandela, Graça Machel, a brilhante dirigente moçambicana, continua a dizer o que pensa sobre o governo neoliberal do ANC. Estos não são os melhores tempos para a África do Sul. O temor e o ódio estão em todo o lado, a imprensa está cheia de novas acusações de corrupção, e a inquietação amplia-se inclusivamente quando o país se prepara para acolher a Cimeira Económica dos países BRICS, aos quais pertence juntamente com Brasil, Rússia, India e China. A África do Sul enfrenta um crescimento do desemprego e um mal-estar económico e político que se infiltra por toda a parte.

Odiario