Artículos de: Septiembre, 2013

Odiario

Duas escolhas*

Correia da Fonseca    29.Sep.13    Colaboradores

A questão é que, dia após dia, a televisão nos entrega uma versão da História contemporânea construída em decisiva parte com omissões e viciações, com páginas arrancadas e/ou truncadas, tudo isso tendo a ver com o permanente ataque ideológico em que cada um de nós é alvo, embora não dê por isso ou facilmente o esqueça.

Odiario
Odiario

Os EUA não aceitam um Irão insubmisso*
Do derrubamento de Mossadegh à ofensiva contra a Síria

Recordar os acontecimentos do Irão há 60 anos ajuda a compreender a atual estratégia dos EUA para o Médio Oriente. O discurso em que Obama anunciou que decidira bombardear a Síria inseriu-se numa política de dominação universal concebida no final da II Guerra Mundial.

Odiario
Odiario

Capitalismo contemporâneo, imperialismo e agressividade

Edmilson Costa [*]    27.Sep.13    Colaboradores

O imperialismo está tão dependente da indústria armamentista que, sem a produção de armas, não só o complexo militar industrial iria à falência, mas o próprio sistema imperialista entraria em colapso, uma vez que parcela expressiva de sua indústria está ligada à cadeia de produção das armas. Isso demonstra também o nível de degeneração a que chegou o imperialismo contemporâneo: só consegue continuar respirando se mantiver e desenvolver a indústria da morte.

Odiario
Odiario

40 anos depois do esmagamento da Unidade Popular no Chile, há razões para optimismo na América Latina

John Pilger    26.Sep.13    Outros autores

Nixon, Kissinger e a CIA foram, há 40 anos, os inspiradores e principais responsáveis pelo golpe de Pinochet e pela sangrenta repressão que se lhe seguiu. Nos dias de hoje, os seus métodos e a sua cínica doutrina permanecem tão vivos como então. Mas muitos povos da América Latina libertam-se da política externa de Washington e da sua arrogante e criminosa ingerência imperial.

Odiario
Odiario

Documento secreto: Os EUA iam detonando uma bomba atómica sobre a Carolina do Norte

Os Editores    24.Sep.13    Outros autores

O arsenal nuclear dos EUA constitui uma ameaça maior para a humanidade, incluindo a parte norte-americana da humanidade. Não apenas por estar nas mãos do poder imperialista que cometeu os crimes de Hiroshima e Nagasáqui, mas também por gritantes falhas de segurança: só entre 1950 e 1968, foram registados 700 acidentes e incidentes “significativos” envolvendo 1.250 armas nucleares.

Odiario