Artículos de: Marzo, 2015

Odiario

Cofres do Estado cheios à custa dos bolsos vazios dos Portugueses

Os Editores    31.Mar.15    Outros autores

A ministra das Finanças gabou-se de ter os “cofres cheios” de dinheiro. “Esqueceu-se” no entanto de explicar como conseguia isso. A resposta é: à custa de mais dívida pública, que determina mais encargos (478,8 milhões € por ano só de juros), financiados com aumentos enormes de impostos e com cortes brutais nas prestações sociais (578,8 milhões € só em 2014).

Odiario
Odiario

Snowden, Obama e o IV Reich Americano

O documentário de Laura Poitras “Citizenfour”, premiado com um Óscar, não tem tido a atenção que merece por parte do público no nosso país. O seu título é o nome de código de Edward Snowden, o ex agente da CIA que revelou ao mundo a existência e o funcionamento do monstruoso sistema de espionagem criado pela NSA, cujos tentáculos cobrem o mundo. Peça fundamental da estratégia imperialista de dominação planetária, o desmascaramento desta ameaça é uma tarefa de defesa da humanidade.

Odiario
Odiario

Nigéria em guerra escolhe presidente*

As eleições de hoje na Nigéria podem contribuir para solucionar ou, pelo contrário, para agravar o sangrento conflito armado no Nordeste nigeriano. Conflito que já se internacionalizou com o envolvimento dos exércitos de países vizinhos – Chade, Níger e Camarões, apoiados pela França – e até de mercenários de origem sul-africana, ao lado das desmoralizadas forças armadas nigerianas.

Odiario
Odiario
DOCUMENTO

Stephen Cohen, um erudito e uma autoridade de topo acerca da Rússia:

Os Editores    27.Mar.15    Editores

Publicamos os tópicos da comunicação apresentada por Stephen Cohen numa mesa redonda realizada em Bruxelas em 2 de Março. Sendo apenas tópicos, traçam uma notável síntese da forma como os EUA encaram a sua relação com a Rússia desde os anos 90 do século passado. E se podem fazer-se apreciações diferentes sobre a perspectiva da guerra, que decerto suscita reservas mesmo no interior do campo imperialista ocidental, há uma afirmação fundamental a reter: a de que essa perspectiva existe hoje, mas essa possibilidade nunca existiria sem o fim da URSS.

Odiario
Odiario

De como as artes nos fazem humanos, ou a voz de um operário

Manuel Gusmão    26.Mar.15    Outros autores

«A minha experiência como professor tal como a dos meus colegas com quem regularmente discutia
tem-me confirmado na recusa da existência de impossibilidades reais numa dada relação entre um humano e uma obra de arte.»

Odiario