Artículos de: 8 Marzo 2017

Odiario

Transformar um grito rebelde de carnaval em luta organizada contra o governo corrupto

Edmilson Costa*    08.Mar.17    Outros autores

O carnaval popular difere muito do carnaval oficial, a festa sequestrada para os objetivos mercantilistas, praticamente privatizado, com escolas de samba patrocinadas por empresas, camarotes vendidos a preços de ouro para socialites nos sambódromos, samba-enredo sem muita criatividade, em grande parte encomendados por patrocinadores.
Mas o carnaval popular brasileiro, o carnaval da rua, recuperou este ano a sua libertação plena, um pouco por todo o País o povo ganhou as ruas, e por elas ecoou «o grito rebelde do Fora Temer, tornando-o a marca principal dos quatro dias de festa. Mais de cinco milhões de pessoas (talvez muito mais) resolveram transformar o carnaval numa festa política contra o governo usurpador. Tudo ocorreu de maneira espontânea: Não teve organização, nem direção, apenas veio a tona o sentimento que estava engasgado na garganta, numa apropriação coletiva, demonstrando a indignação e o descontentamento da população contra o governo ilegítimo e inimigo dos trabalhadores e da juventude».
Foi uma carnaval de luta, e de festa.

Odiario