Encerramento da Cimeira dos Não Alinhados:
Deve haver uma mudança de gestão no mundo

Telesur*
11.Set.12 :: Outros autores

O presidente do Irão, Mahmud Ahmadinejad, precisou que os países membros coincidiram na necessidade de lutar contra o expansionismo e a avareza de alguns países que procuram a divisão para depois dominar o mundo.


O presidente do Irão, Mahmud Ahmadinejad precisou que todos os membros do Movimento de Países Não Alinhados (MNOAL) concordaram que deve haver uma alteração na gestão do mundo para assegurar uma paz duradoura.

Durante o encerramento da XVI Cimeira do MNOAL que se realizou em Teerão (capital do Irão), Ahmadinejad manifestou que confia que «trabalharemos lado a lado pela justiça e pela protecção da dignidade dos países».

«Os países membros (do MNOAL) estão comprometidos com os objectivos e metas do movimento. Todos destacaram a necessidade de participação na justiça, na compaixão e na preservação dos direitos humanos», expressou.

O mandatário indicou que os chefes de Estado, ministros, vice-presidentes e delegados das 120 nações presentes em Teerão coincidiram na «necessidade de lutar contra o expansionismo e a avareza de alguns países que procuram a divisão para depois dominar o mundo».

Nesse sentido, ressaltou a importância de encontrar soluções para os desafios através do diálogo e da lógica, baseando-nos na amizade e na justiça. Todos mencionaram que o êxito se pode garantir através da cooperação e da irmandade entre os povos».

Ahmadinejad acrescentou que «na Cimeira tivemos oportunidade de plasmar o nosso trabalho em documentos específicos e aprofundar a nossa cooperação sobre a base unilateral. Estamos convencidos que estes laços que criámos vão-nos permitir enfrentar os acontecimentos internacionais».

Disse ainda que os documentos finais da reunião que foram aprovados contêm os comentários e opiniões dos participantes na Cimeira, o que permite enviar uma mensagem política que ajudará os países do MNOAL a fazer frente aos desafios.

O governante iraniano sustentou que o Movimento dos Não Alinhados deve ocupar no mundo um lugar justo. Sobre isso, acrescentou que faz falta a criação de estruturas que fomentem a sinergia entre os membros.

«Eu, como governante iraniano terei que coordenar os esforços para criar uma Secretaria para a criação destas estruturas, necessárias ao êxito do nosso movimento, o que requere um esforço de cada um dos países membros».

Este texto foi publicado em www.telesurtv.net/articulos/2012/08/31/miembros-del-mnoal-acordaron-crear-cambios-que-aseguren-la-paz-del-mundo-8417.html

Tradução de José Paulo Gascão