CGD: um banco público mas sem controlo público, e com uma gestão na linha do dos bancos privados

Eugénio Rosa    15.Abr.17    Outros autores

A nova administração da CGD acabou de divulgar o relatório e contas de 2016. Permite ficar já com uma ideia clara da forma como a CGD foi gerida nos últimos anos, e como se procura desresponsabilizar aqueles que, quer a nível da administração quer como beneficiários do crédito concedido, se aproveitaram da CGD.

Ler texto completo [PDF]

Gostaste do que leste?

Divulga o endereço deste texto e o de odiario.info entre os teus amigos e conhecidos