Autor: “.”

Odiario

Argentina: Títulos de dívida pública a 100 anos

Julio C. Gambina*    01.Jul.17    Colaboradores

Na Argentina o governo Macri procura desenvolver o seu caminho de retrocesso num quadro social e político complexo marcado pela perspectiva de eleições parlamentares. Enquanto as forças da burguesia disputam entre si – em ambiente de crise - quem estará em melhores condições de tornar governável o capitalismo no país, a incerta alternativa popular dificilmente encontrará a curto ou médio prazo condições para enfrentar as dificuldades que aí vêm.

Odiario
Odiario

Sobre o 1º de Maio, dia internacional dos trabalhadores

Júlio C. Gambina*    31.May.17    Colaboradores

Uma reflexão sobre a situação dos trabalhadores, da sua organização e dos seus objectivos de luta que, estando particularmente centrada sobre a América Latina e sobre a Argentina em especial, coloca questões que são de carácter mais geral. Não tanto no que diz respeito aos trabalhadores, cujo movimento e organização apresenta traços muito diferenciados, mas no que diz respeito ao capitalismo, que em todo o lado e do mesmo modo explora, empobrece, e desorganiza os trabalhadores e polui e devasta o ambiente e a natureza.

Odiario
Odiario

Comentários à campanha contra a insegurança de emprego na ciência

O Prof. Seiji Yuasa, destacado membro da FMTC, dá-nos uma informação acerca da grave situação dos trabalhadores científicos no Japão. E o artigo tem uma dupla importância porque, identificando problemas num país de elevado desenvolvimento técnico e científico, mostra como eles são no essencial idênticos aos problemas dos trabalhadores científicos em Portugal. Os problemas com que uns e outros se defrontam não resultam de diferentes níveis de desenvolvimento mas de um sistema – o capitalismo – que reduz a ciência a mercadoria, e aplica ao trabalho na ciência os mesmos padrões de exploração que aplica a qualquer outro trabalho.

Odiario
Odiario

Concluído com êxito o 20º Congresso do KKE

.    19.Abr.17    Outros autores

O KKE, que celebra este ano 100 anos de existência, realizou há poucos dias o seu 20º Congresso. Enquanto se aguarda o conhecimento da Resolução Política aprovada, fica uma notícia sobre a forma como decorreu a sua preparação e realização.

Odiario
Odiario

Da Ditadura genocida à concentração e miserabilização actual

Julio C. Gambina    06.Abr.17    Colaboradores

Há 41 anos, um golpe militar instaurou na Argentina a ditadura mais sangrenta da sua história. Mas os interesses que esses militares defenderam através da mais bárbara repressão e de um violentíssimo terrorismo de Estado tiveram e têm continuidade no quadro constitucional posterior a 1983. São os interesses do grande capital, contra os interesses e direitos e contra a acção organizada dos trabalhadores e do povo.

Odiario
Odiario

Carlos Aquino (PCV)*: «É preciso ter claro que o problema do poder não se resolveu na Venezuela»

.    04.Abr.17    Outros autores

Esta importante entrevista de um destacado dirigente comunista venezuelano dá mais elementos de compreensão do que está actualmente em jogo naquele país do que todas as horas que os grandes media internacionais lhe dedicam. Quando um regime que se proclama revolucionário tem em curso um processo que conduzirá à ilegalização do partido comunista, as perspectivas são as piores. Como afirma Carlos Aquino, o processo bolivariano está a atingir o tecto do que pode realizar “em benefício das grandes maiorias historicamente excluídas”, porque foi incapaz de alterar minimamente as relações de produção capitalistas instaladas. Em vez de uma direcção revolucionária, tem hoje partilhando o poder no interior das instituições civis e militares uma corrente reformista de direita que está disposta a “entregar conquistas populares e conciliar com a direita na oposição para preservar os privilégios aos quais já se acostumou”.

Odiario