Autor: “John Catalinotto*”

Odiario

Os dias de julho, Petrogrado 1917

John Catalinotto*    01.Ago.17    Colaboradores

Os acontecimentos de Junho/Julho de 1917 em Petrogrado marcam o fim do período da dualidade de poderes na Revolução Russa. O período “pacífico” da Revolução termina com o massacre de manifestantes pelas tropas de Kerensky a 17 de Julho. A reclamação que as massas aí exprimiam: ”todo o poder aos sovietes”, veio a concretizar-se em Outubro, e foi o povo em armas quem o conseguiu.

Odiario
Odiario

A batalha do Somme de 1916

John Catalinotto*    06.Ago.16    Colaboradores

Os líderes políticos de França e Inglaterra, juntamente com observadores de outros países, reuniram-se em França no dia 1 de Julho, no centenário da Primeira Batalha do Rio Somme. Uma das batalhas mais sangrentas da Primeira Guerra Mundial. Foi o epítome do massacre conhecido como a guerra das trincheiras, em que a maior parte dos poderes da Europa sacrificou as vidas de milhões de jovens para conseguir o controlo do mundo colonial. Essa guerra, que durou quatro anos, foi chamada a grande matança.

Odiario
Odiario

Contributo das lutas de libertação Africanas para a revolução de Abril em Portugal

John Catalinotto*    03.May.16    Outros autores

O jornal operário norte-americano Worker’s World publicou, no passado dia 25 de Abril, o texto que hoje reproduzimos.
Trata-se de uma interessante e brevíssima síntese da Revolução de Abril, onde corretamente se aponta a interpenetração das lutas do povo português e dos povos das então colónias portuguesas, que se saldaram pela independência política das colónias e a derrota do fascismo em Portugal.

Odiario
Odiario

Um novo movimento surge nos Estados Unidos.
Para onde se dirige?

John Catalinotto*    12.Feb.15    Colaboradores

John CatalinottoEste novo movimento desperta no momento em que o fracasso do capitalismo na resolução das grandes crises que vive a humanidade caiu, na prática, sobre a cabeça dos jovens. Estão agora mais cépticos quanto ao papel do imperialismo norte-americano do que em qualquer outro momento desde o desaparecimento do campo socialista em 1989-1991.

Odiario
Odiario

McChrystal despedido por criticar política de guerra dos Estados Unidos

John Catalinotto*    12.Jul.10    Colaboradores

“Tal como qualquer outra presidência americana, a actual administração está cativa da gigantesca máquina militar americana para gerir a política externa, tal como está cativa de Wall Street e dos grandes bancos no que respeita à política económica e das grandes empresas petrolíferas no que se refere ao ambiente. O Pentágono, na prática, coagiu a administração a alargar a guerra no Outono passado quando revelou sub-repticiamente os planos de contra-insurreição aos meios de comunicação antes de os apresentar ao presidente. Não é a demissão de um general que vai alterar este equilíbrio.”

Odiario
Odiario

Boicote ao Arizona

John Catalinotto*    12.May.10    Colaboradores

John CatalinottoEste texto de John Catalinotto fala-nos da luta crescente dentro dos EUA contra as situações de injustiça social e segregacionismo, no caso vertente no Estado do Arizona.
“A resposta de massas fez o medo instalar-se no coração dos negociantes do Arizona, que podem ser seriamente afectados por um boicote. As divisões nestes círculos do poder podem abrir a porta para a vitória. Apesar de isto não ser garantido, é uma oportunidade para impulsionar a luta de classes e construir a solidariedade entre os trabalhadores.”

Odiario
Odiario

Relatório de General relança o debate sobre o agravamento da guerra no Afeganistão

John Catalinotto*    08.Oct.09    Colaboradores

JOHN CATALINOTTO
São cada vez mais as divisões, mesmo entre os membros da administração Obama e no Pentágono, entre os partidários da intensificação da guerra e o envio de mais tropas para o Afeganistão, como pediu agora o comandante das forças da dos EUA e da NATO, o General Stanley McChrystal.
Obama pediu tempo para afinar a estratégia da guerra no Afeganistão que ele considerou estratégica para os EUA.

Odiario