Autor: “Manlio Dinucci ”

Odiario

Breve história da NATO de 1991 aos dias de hoje (VII, VIII)

Manlio Dinucci    22.Nov.17    Outros autores

Com o seu “novo conceito estratégico” a NATO arrogou-se a possibilidade de intervir em «não importa que missão em não importa que parte do mundo». Criou e associou-se a grupos terroristas e ao Estado terrorista por excelência, o estado sionista de Israel. A destruição do Estado Líbio não gerou apenas um saque nacional e uma tragédia regional. Assentou um profundo golpe em toda a aspiração do continente africano a libertar-se do neocolonialismo.

Odiario
Odiario

Breve História da NATO de 1991 aos dias de hoje (V, VI)

Manlio Dinucci    14.Nov.17    Outros autores

Com a guerra no Afeganistão a NATO concretiza o seu novo «conceito estratégico»: intervir em todo o lado em que os EUA e as outras potências imperialistas ocidentais considerarem estar em causa os seus interesses. Seguiu-se o Iraque. Em ambos os casos a NATO passa por cima e apropria-se de competências das missões da ONU. Na sequência da intervenção na Jugoslávia, prossegue e intensifica-se a destruição de estados soberanos e o massacre dos seus povos.

Odiario
Odiario

Breve história da NATO de 1991 aos nossos dias (III, IV)

Manlio Dinucci    31.Oct.17    Outros autores

Continuamos a publicação deste importante estudo de Manlio Dinucci. Trata-se agora do «novo conceito estratégico» com que a NATO se atribui o direito de operar em qualquer parte do mundo, e do avanço da Aliança até às fronteiras da Rússia.

Odiario
Odiario

Breve história da NATO de 1991 aos dias de hoje (I, II)

Manlio DINUCCI    27.Oct.17    Outros autores

Manlio Dinucci vem publicando um conjunto de textos sobre a história da NATO. É desnecessário sublinhar o interesse e a qualidade que têm. Dada a sua extensão e ainda não estar concluída essa publicação, odiario.info irá reproduzi-los divididos em secções de dois capítulos cada.

Odiario
Odiario

A NATO e o neonazismo na Europa

Manlio Dinucci*    27.Jun.17    Outros autores

O poder fascista instalado em Kiev quer entrar oficialmente na NATO. A sua condição de membro daria à NATO o direito de declarar guerra à Rússia. Com as forças paramilitares nazis transformadas em unidades militares regulares e com neonazis no poder, a Ucrânia tornou-se uma meca do fascismo internacional. Os EUA/NATO são hoje os principais aliados e mentores do terrorismo e do fascismo.

Odiario
Odiario

O “desarmamento” nuclear na Europa

Manlio Dinucci    23.Jun.17    Outros autores

A ONU abriu em 15 de Junho uma verdadeira negociação para proibir as armas nucleares. O Tratado de Não Proliferação foi até agora uma farsa. Tende a manter a vantagem militar que as potências nucleares actualmente têm sobre os demais países. O novo tratado será tanto mais viável quanto mais generalizada for a consciência de que se trata de uma questão de sobrevivência para a própria humanidade.

Odiario
Odiario

Concentração na base EUA de Camp Darby (Itália): «Basta de isto ser território de guerra»

Manlio Dinucci    09.Jun.17    Outros autores

Da guerra contra a Jugoslávia às guerras contra Síria e Iémen, boa parte da logística do agressor EUA/NATO passou e passa por Itália. O povo italiano é duplamente atingido: enquanto país efectivamente sujeito a ocupação militar e país que, por esse facto e com a cumplicidade dos seus governos, se torna alvo prioritário numa acção de guerra de grande escala. Toda a solidariedade internacionalista para com os italianos que lutam pela paz e pela desmilitarização do seu território.

Odiario