Autor: “Mauro Luis Iasi”

Odiario

Violência e conflito

Mauro Luis Iasi    23.Feb.18    Outros autores

O governo golpista de Temer colocou o Rio de Janeiro sob intervenção militar, a pretexto do combate ao tráfico de droga. Mas a operação não atinge um único dos elementos fulcrais da em que esse tráfico assenta: nem o financiamento e a dispendiosa e sofisticada estrutura; nem os cúmplices colocados em postos-chave dos governos, do sistema judicial, do exército, da polícia; nem os esquemas de branqueamento de capitais. Nenhuma operação no Rio de Janeiro que termine sem prender o Governador do Estado e o presidente da Assembleia Legislativa pode ser levada a sério.

Odiario
Odiario

O calendário e a marcha dos acontecimentos: Notas sobre a conjuntura brasileira

Mauro Luis Iasi    09.Ago.17    Outros autores

A situação brasileira resultante do golpe que colocou Temer na presidência permanece indefinida em muitos aspectos. Sectores sociais em presença – dominantes e dominados – hesitam. A burguesia e a pequena burguesia política esperam a salvação orando ao calendário e à marcha dos acontecimentos, enquanto os trabalhadores querem rasgá-lo criando novos factos que sejam capazes de libertar o tempo.

Odiario
Odiario

Cai, não cai… mas, afinal, o que deve cair?

Mauro Luis Iasi*    25.May.17    Outros autores

A presente crise no Brasil não reclama mais democracia representativa, indica o seu mais evidente limite. Exige urgentemente uma nova forma política. Há uma alternativa que se abre na medida em que a crise política se converte em crise do Estado.

Odiario
Odiario

O caminho da ditadura

Mauro Luis Iasi*    30.Nov.16    Outros autores

No Brasil a derrota do PT produziu uma acirrada disputa pelos despojos entre os segmentos golpistas, gerando uma profusão de oportunismos de toda a ordem. Não se trata de um bloco dominante que se impõe, monoliticamente, contra a resistência dos trabalhadores, mas de dois blocos profundamente cindidos em contradições internas. E o mesmo sucede com o bloco dos oprimidos. Parte dele opera a resistência para recriar as condições do pacto de classes, enquanto outra aponta para a necessária superação deste limite que nos colocou onde estamos. Seja como for, os trabalhadores estão enfraquecidos com a derrota sofrida e com o sentido geral do que acumularam até aqui. Do lado do bloco dominante a dimensão da derrota acirra a disputa interna, numa situação na qual nenhuma força tem supremacia suficiente para se apresentar como núcleo do projecto de futuro da dominação burguesa no Brasil.

Odiario
Odiario

Eleições 2016: Uma grande derrota, dois casos significativos e algumas hipóteses

Mauro Luis Iasi*    11.Oct.16    Outros autores

As recentes eleições municipais no Brasil apontam a um resultado significando uma grande derrota das forças progressistas e de esquerda e, portanto, uma vitória para as posições conservadoras. Embora os grandes meios de comunicação social queiram apresentar o PSDB como o grande vencedor, a verdade é que permanece como segunda força, atrás do PMDB. Não se alterou a correlação de forças entre os dois partidos golpistas.

Odiario
Odiario

O “petismo” como problema moral

Mauro Luis Iasi    15.Sep.16    Outros autores

Neste lucido artigo Mauro Iasi reflete sobre o transformismo do PT, hoje um partido totalmente integrado no sistema e ao seu serviço. A antecipação das eleições, afirma, não resolveria a crise brasileira. É preciso criar condições para que os trabalhadores possam disputar as consciências e a sociedade.

Odiario
Odiario

Guerra do Iraque: a boa fé e a fé imperfeita

Mauro Luis Iasi*    26.Jul.16    Outros autores

A noticia e a repercussão do relatório Chilcot nos fornecem um rico material para que possamos entender como a ideologia opera hoje.

Odiario