Autor: “Miguel Urbano Rodrigues”

Odiario

Álvaro Lins

Miguel Urbano Rodrigues    27.Mar.17    Destaques

Álvaro Lins é uma das mais notáveis figuras da intelectualidade brasileira, uma grande figura de democrata, de antifascista, de combatente pela paz, de revolucionário. Embaixador em Portugal na segunda metade da década de 1950 – num período em que, com a cumplicidade das “democracias” ocidentais, o salazarismo sobrevivia à derrota do nazi-fascismo na II Guerra - foi pelo Portugal resistente e contra o salazarismo que orientou a sua actividade, numa acção solidária que prosseguiu depois de abandonar o cargo, em ruptura com Juscelino Kubitschek.

Odiario
Odiario

Meio século depois - O Livro, Alexei Tolstoi e a Revolução

Pode suceder que a leitura de um livro desencadeie uma opção que marcará todo o resto da vida. E pode suceder que a releitura desse mesmo livro, muitos anos passados, surja como decepcionante. O livro é o mesmo. Mas o trajecto histórico percorrido modificou profundamente o leitor.

Odiario
Odiario

Teixeira Gomes e o envelhecimento

Meditando nas palavras de Teixeira Gomes sobre o seu próprio envelhecimento ao ler a Biografia do escritor e do homem, de José Alberto Quaresma, «sinto – me um privilegiado porque caminho para os 92 anos e fui muito menos golpeado no processo de envelhecimento do que Teixeira Gomes.»

Odiario
Odiario

Le Fil Rouge - Uma saga revolucionária

Num panorama editorial, nacional e internacional, onde predominam esmagadoramente obras cujos personagens não têm aparentemente compromisso de classe, este livro publicado em 2016 é singular. Os personagens são comunistas, e a sua acção insere-se em alguns dos mais duros combates de classe da primeira metade do século XX.

Odiario
Odiario

Istambul, cidade mágica

Feixe de contradições, a Turquia contemporânea é simultaneamente um pais moderno e uma sociedade marcada por arcaísmos chocantes. Orhan Pamuk, distinguido com o Nobel de Literatura, confia no futuro da sua gente. Tem motivos para isso.

Odiario
Odiario

Em Paris pela última vez

Quando alguém tem uma profunda consciência histórica – como é o caso de Miguel Urbano – mesmo as reflexões mais íntimas e pessoais têm o cunho não apenas de um ser humano individual, mas o de um tempo comum. A sua história pessoal nunca foi e nunca é apenas pessoal.

Odiario
Odiario

Losurdo e a atualidade da luta de classes

Uma leitura crítica da recente edição brasileira de «Luta de Classes - Uma História Política e Filosófica» de Domenico Losurdo. Obra oportuna e actualíssima numa época de confusão ideológica promovida pela intelectualidade burguesa e por um sistema mediático ao serviço do capitalismo. A sua leitura abre espaço ao debate e à controvérsia, como é próprio da obra de um verdadeiro marxista.

Odiario