Greve paralisa hotéis de Chicago*

António Santos    21.Sep.18

O multimilionário norte-americano Warren Buffet declarou algures que “a luta de classes existe, e nós estamos a ganhá-la.” Acontece que mesmo nos EUA seria impossível uma luta de classes unilateral, porque não há exploradores sem explorados. Todas as semanas vamos tendo notícias das suas lutas, em muito diversos campos da actividade. E, tarde ou cedo, serão os Warren Buffet quem perderá.

Odiario
Odiario

Responsáveis noruegueses admitem nada conhecer acerca da Líbia, mas isso não os impediu de participar nas acções visando a “mudança de regime”

Tyler Durden    20.Sep.18

Na Noruega, um relatório oficial constatou que o país participou na agressão contra a Líbia desconhecendo completamente o que estaria em causa e as consequências que teria. Os responsáveis desculpam-se, como se os recentes exemplos, da Jugoslávia ao Iraque, não fossem suficientemente conclusivos sobre a falsidade das razões invocadas, em particular pelos EUA, para cada ofensiva imperialista.

Odiario
Odiario

Portugal no caminho da estagnação

Eugénio Rosa    19.Sep.18

O panorama é mau: o emprego aumenta mas a produtividade por empregado diminui; o investimento (FBCF) é inferior ao consumo de capital fixo e parte do pouco investimento público previsto não é executado para melhor “cumprir as metas do défice” com que Centeno brilha em Bruxelas à custa do atraso do país; accionistas predadores sacam os lucros e transferem-nos para o estrangeiro sem pagar impostos sobre dividendos; e a desigualdade na repartição do rendimento agrava-se.

Odiario
Odiario

Trabalho especial: Venezuelanos imigrantes, capítulo América Latina. Mitos e realidades (Parte II)

Ana Cristina Bracho    18.Sep.18

Publicamos a segunda parte do trabalho editado por Misión Verdad sobre a questão da emigração na Venezuela. No conjunto, uma importante fonte de informação sobre a instrumentalização deste fenómeno, em particular no caso de países receptores que integram a plataforma de intervenção internacional contra a Venezuela comandada pelos EUA.

Odiario
Odiario

Trabalho especial: Venezuelanos imigrantes, capítulo Colômbia. Um problema e os seus espelhos (Parte I)

Ana Cristina Bracho    17.Sep.18

Publicamos em dois dias consecutivos um trabalho que faz o ponto da situação sobre a questão da emigração na Venezuela. Trata-se de um dos temas centrais da agressão mediática contra aquele país, tanto mais relevante quanto integra a «preocupação humanitária» que, em regra, antecede a agressão militar imperialista directa.

Odiario
Odiario

Um país fracturado

Mauro Luis Iasi    15.Sep.18

A situação no Brasil depois do golpe que colocou Temer na presidência não pode ser vista como «uma “onda conservadora”, ou um acidente inexplicável no curso normal de uma democratização interrompida, ou ainda uma momentânea espécie de “psicose de massas”. Estamos diante de uma manifestação compreensível e até certo ponto esperada de uma sociedade fortemente cindida em interesses inconciliáveis de classe que tem sido mantida e reproduzida por artifícios políticos e ideológicos que encontraram seu ponto de esgarçamento.»

Odiario
Odiario

Fascistas* .

Jorge Cadima    14.Sep.18

«O capitalismo em decadência deixa cair a máscara, mostrando a sua verdadeira face. É tempo de quebrar os silêncios coniventes. É tempo de travar o belicismo e acabar com a NATO. Há que tomar partido pela democracia e a paz. Antes que seja tarde.»

Odiario
Odiario

Salvador Allende: uma recordação e um ensinamento

Atilio Boron    13.Sep.18

Passa quase meio século sobre a eleição de Salvador Allende para a Presidência do Chile. A tragédia em que terminou o governo da Unidade Popular não deve fazer esquecer que esse momento abriu caminho ao “ciclo de esquerda” que, anos mais tarde, marcou a América Latina e o Caribe. Tal como não deve fazer esquecer que os moldes da bárbara conspiração imperialista postos em prática no Chile permanecem vigentes, como o comprovam as actuais situações na Venezuela e Nicarágua e os golpes já levados a cabo em outros países.

Odiario
Odiario

“Aquele que em vosso lugar se bateu contra o terrorismo não cederá às vossas ameaças”

Bachar al-Jaafari    12.Sep.18

Num Conselho de Segurança da ONU em que três dos seus membros permanentes participam activamente na agressão militar contra a Síria, a tarefa de a defender é árdua. Contudo, esta notável intervenção do delegado permanente da Síria junto da ONU desmascara inteiramente os agressores e a sua íntima colaboração e apoio ao terrorismo armado.

Odiario
Odiario

Dança com o Diabo*

António Santos    10.Sep.18

A estratégia do Partido Democrata nos EUA consiste em despolitizar a luta contra Trump e reduzi-la a ataques publicitários e judiciais, vencendo assim as eleições deste ano para as duas câmaras do Congresso e passando o ónus da destituição para uma investigação liderada por Robert Mueller. Perante a rápida emergência do fascismo nos EUA, o PD mostra-se ora titubeante, ora medroso, ora desinteressado, ora ineficaz.

Odiario
Odiario

Deixar queimar, deixar morrer

O incêndio e a destruição total do acervo do Museu Nacional do Rio de Janeiro constituem uma incalculável e irreparável perda. E essa perda tem responsáveis, que não são apenas os actuais. Um dos sinais de uma política antipopular é o desprezo pela cultura. Não admira que alguns dos mais boçais representantes da reacção brasileira tenha acolhido quase com alívio este incêndio.

Odiario
Odiario

Luta de Classes nos EUA

André Levy    03.Sep.18

Nos EUA a classe dominante nunca tolerou sindicatos independentes, e muito menos tolerou a organização e a luta dos trabalhadores. A celebração internacional do 1º de Maio estará sempre associada a trabalhadores em luta condenados à morte, os “mártires de Chicago.” Seria inevitável que Donald Trump levasse a cabo uma nova e violenta ofensiva anti-sindical, acompanhado pelos governos de vários Estados e pelas grandes corporações. Mas mesmo nos EUA os trabalhadores resistem, e o ano de 2018 continua marcado por fortes lutas e vitórias laborais.

Odiario
Odiario