440.000 pensionistas vão pagar IRS sobre a contribuição extraordinária de solidariedade, ou seja, de um rendimento que não recebem

Eugénio Rosa    29.Dic.12    Outros autores

Eugénio RosaO assalto aos rendimentos dos portugueses intensificar-se-á em 2013. Como consequência do confisco do subsídio de férias aos pensionistas (90%) e aos trabalhadores da Função Pública; do corte de remunerações a estes últimos; da Contribuição Extraordinária de Solidariedade sobre os pensionistas; da nova Tabela de IRS e da sobretaxa de IRS aprovada pelo governo e pelo PSD e CDS na Assembleia da República verificar-se-á, em 2013, uma redução significativa no rendimento líquido disponível dos pensionistas, dos trabalhadores da Função Pública e dos trabalhadores do sector privado. E os pensionistas vão ser os mais atingidos.

Carregue aqui para ver o artigo (PDF)

Gostaste do que leste?

Divulga o endereço deste texto e o de odiario.info entre os teus amigos e conhecidos