Artículos de: 23 Agosto 2009

Odiario

As Eleições Afegãs:
Farsa num País ocupado

Eleições no Afeganistão ocupado sob vigilância das armas do Exército Invasor da NatoAs eleições afegãs foram uma farsa.
Mais de 300.000 soldados e polícias (100.000 estrangeiros) foram mobilizados para garantir aquilo a que chamaram umas «eleições limpas e democráticas». O objectivo era legitimar a ocupação do país através do voto. Mas não foi atingido. Segundo a Comissão Eleitoral, a participação terá sido 40 a 50%. Mas de acordo com as crónicas dos correspondentes de grandes jornais europeus a fraude foi gigantesca. A inscrição das mulheres nos cadernos eleitorais foi feita sem a sua presença, pelos maridos. Cartões de eleitor falsos foram vendidos pelo equivalente a 10 euros no mercado negro. Hamid Karzai, o presidente, recebeu uns 800.000 votos fictícios.
O Palácio presidencial foi bombardeado na véspera das eleições e centenas de secções de voto não foram sequer instaladas.
Os dois principais candidatos apressaram-se a proclamar vitória por maioria absoluta o que dispensaria uma segunda volta. Mas os resultados oficiais somente serão anunciados em meados de Setembro. Irá a Casa Branca a decidir quem será o vencedor destas eleições fraudulentas?

Odiario