Artículos de: 17 Junio 2011

Odiario

O peso dos produtos de alta e média-alta intensidade tecnológica têm diminuido nas exportações portuguesas perpetuando o modelo económico de trabalho intensivo

Eugénio Rosa*    17.Jun.11    Outros autores

Eugénio RosaNo “Memorando de entendimento” do FMI-BCE-CE, o crescimento das exportações portuguesas é apresentado como o meio mais importante que impedirá uma recessão económica ainda maior da que já é prevista. Uma análise simples põe em causa a sustentabilidade dessa “solução”.
Em primeiro lugar porque as empresas exportadoras representam uma percentagem muito pequena do total de empresas portuguesas. Em segundo lugar, porque a variação do perfil de intensidade tecnológica das exportações portuguesas tem diminuído revelando que um crescimento sustentado das exportações será cada vez mais difícil.

Odiario