Artículos de: Abril, 2012

Odiario

OEA: Cimeira do defunto*

Luís Carapinha    24.Abr.12    Colaboradores

Cartagena foi sobretudo a confirmação de que a OEA é hoje um esqueleto descarnado. Uma organização anacrónica desenhada como fiel instrumento da hegemonia imperialista dos EUA num continente sul-americano que hoje envereda por novos caminhos de cooperação e integração.

Odiario
Odiario

As insurreições no Oriente Próximo e as tentativas imperialistas de desestabilizar a região.*

Leila Ghanem    23.Abr.12    Outros autores

Leila GhanemA lição principal e fundamental é que os povos quebraram o muro do medo. Esta é uma grande transformação qualitativa. Durante décadas, os povos em questão, sejam os egípcios ou os tunisinos - mas poderíamos nos referir a muitos outros - concordaram em viver sob regimes policiais e mesmo de terror, pensando que era totalmente impossível fazer qualquer coisa. Agora, eles se revoltam. A reversão do processo não é mais concebível. Não importa quais sejam as manobras externas de desestabilização política e as forças que emergem à superfície, seja qual for a importância dos entraves diante das oportunidades para avançar, houve uma transformação qualitativa enorme, porque não podemos voltar atrás - pelo menos não facilmente – rumo a regimes de opressão como os que havia. Revoltas populares continuam e continuarão. Esta é a lição geral.

Odiario
Odiario

Ouro, chumbo, lata

Correia da Fonseca    22.Abr.12    Colaboradores

A “regra de ouro” que PS/PSD/CDS servilmente aprovaram na Assembleia da República, imposta pela senhora Merkel e seus cúmplices, é de tão difícil cumprimento para a quase totalidade dos países por ela acorrentados que bem podia ser designada antes por «a quimera do ouro». O tal défice de 0,5% só será atingido mediante a incineração final do exageradamente chamado “Estado Social”. Para o acatamento da regra será necessário travar praticamente todos os processos de redistribuição dos rendimentos do Estado em favor das camadas mais desprotegidas das populações e mesmo eliminar a satisfação de alguns dos seus direitos elementares. Assim a dita «regra de ouro» se transformará em regra de chumbo que arrastará os povos para o fundo da desgraça.

Odiario
Odiario

“A economia capitalista está em crise e as contradições tendem a se aguçar”

Nilton Viana*    21.Abr.12    Outros autores

Armando BoitoO professor da Unicamp Armando Boito acredita que o neoliberalismo representa, em todo o mundo, uma ofensiva da burguesia contra os trabalhadores. Segundo ele, para nós da América Latina, representa uma ofensiva das economias imperialistas contra as economias dependentes latino-americanas.

Odiario
Odiario

Sobre os 90 anos do Partido Comunista Brasileiro

Recordei lutas, recordei camaradas que contribuíram para me tornar comunista. Todos hoje mortos: Luiz Carlos Prestes, Gregório Bezerra, Luís Maranhão, Mario Schemberg, Dias Gomes, Jorge Amado, Fernando Santana, João Saldanha, Giocondo Dias, Caio Prado, Mário Lago e muitos outros.
O renascimento do PCB foi lento, difícil. É ainda um pequeno partido num país de 200 milhões de habitantes. Mas a actual linha revolucionária, traçada por uma direcção marxista-leninista e sustentada por quadros de grande qualidade, proporcionou-lhe em poucos anos um grande prestígio.

Odiario
Odiario

Uma crise estrutural exige uma mudança estrutural

Nunca é demais assinalar que a crise que vivemos não pode ser compreendida se não a remetermos para a estrutura social no seu todo. Isto quer dizer que, para clarificarmos a natureza desta crise, cada vez mais grave e duradoura, que afecta hoje o mundo inteiro, devemos considerar a crise do sistema capitalista no seu todo. Pois a crise do capital que experimentamos hoje é uma crise estrutural que tudo abrange.

Odiario
Odiario
Nota dos Editores

O fracasso da VI Cimeira das Américas

Os Editores    18.Abr.12    Editores
Odiario