Artículos de: 12 Junio 2012

Odiario

O caso do porta-aviões

Correia da Fonseca    12.Jun.12    Colaboradores

Numa altura em que o grande patronato e o capital bancário festejam um ano de desgoverno PSD/CDS, a situação deste não é das mais seguras. Não é só a luta popular com que se defronta. É o descrédito dos próprios figurões que o compõem, como Miguel Relvas, o braço direito de Passos. Dizia um comentador que a radical perda de respeitabilidade deste foi, para o governo, como «um tiro no porta-aviões» em jogo de batalha naval. De facto, porém, foi pior: Miguel Relvas está praticamente no fundo. Pode, é claro, permanecer por lá, mas não na qualidade de submarino, antes como destroço.

Odiario