Artículos de: Julio, 2014

Odiario

Os despedimentos na Controlinvest – os poderes hegemónicos ao ataque*

Fernando Correia    25.Jul.14    Colaboradores

A nova propriedade do grupo Controlinvest reflecte com clareza o figurino da congregação que junta os três poderes hegemónicos ao serviço da classe dominante – o poder económico-financeiro (cada vez mais financeiro do que industrial), o poder político (isto é, dos três partidos que têm ocupado o governo) e o poder mediático (dono de praticamente todos os media – imprensa, rádio, televisão, online – mais influentes nas opiniões e nos comportamentos dos portugueses).

Odiario
Odiario

Fase crucial da Revolução Bolivariana

Luis Bilbao    24.Jul.14    Outros autores

Derrotada até agora nas tentativas de desencadear um pronunciamento militar e de provocar o caos nas ruas, a reacção venezuelana tem tido sucesso na guerra económica, em particular através do desabastecimento e da carestia de vida, cujas consequências afectam o moral e a confiança de franjas importantes da população. O combate nessa frente hoje decisiva parece não ser assumido até às últimas consequências por quadros de valor da Revolução Bolivariana. Nuns casos, porque se impôs a ideia de que é possível construir o socialismo sem enfrentar inimigos poderosíssimos. Noutros casos, porque perante a duríssima e eventualmente cruenta perspectiva de levar para a frente a transição optam por travar.

Odiario
Odiario
Documento

A justiça é a melhor retaliação

Hikmat Ajjuri*    23.Jul.14    Outros autores

Publicamos com Documento este texto do Embaixador da Palestina no nosso país. Publicado há apenas 5 dias num jornal diário, os números que refere das vítimas da presente ofensiva israelita estão já distantes da realidade actual. Há dois dias o número de mortos ultrapassava o meio milhar, 75% dos quais civis. Em cada 5 mortos, um é uma criança. A barbaridade do massacre perpetrado pela nova ofensiva do exército sionista não conhece limites. O país que tanto evoca a “solução final” hitleriana de que o seu povo foi alvo age como se a “solução final” para a situação na Palestina residisse no genocídio do povo palestiniano, que leva a cabo com a cumplicidade e o apoio do imperialismo. É necessária a mais combativa solidariedade com o povo palestiniano, é urgente deter a acção criminosa de um Estado racista, fascizante e terrorista cuja impunidade constitui uma afronta aos povos de todo o mundo.

Odiario
Odiario

Desaceleração económica e negociações em Nova Iorque

Júlio C. Gambina    22.Jul.14    Colaboradores

Na Argentina, a questão económica mais premente continua a ser a dívida externa. É necessário recolocar a questão do não pagamento de uma dívida que é ilegítima. O problema é que o argumento oficial da oposição sistémica é que são necessários novos empréstimos e investimentos. Mais ainda, o argumento oficial transita pelo desendividamento, que teria servido para voltar a fazer dívida. Tudo se reduz a mais dívida para cancelar a dívida e continuar o aprofundamento do cancro da dívida.

Odiario
Odiario

O míssil era de Putin!

Pepe Escobar*    21.Jul.14    Destaques

A tragédia do avião abatido sobre a Ucrânia tem duas interpretações: a de Washington e dos media ao seu serviço, que já sabem tudo: o que aconteceu, como aconteceu, e quem são os responsáveis. E a de outras fontes cuja informação começa a juntar as peças do acontecimento, que não tirou ainda conclusões, mas que começa a revelar dados muito significativos. Dados que podem talvez explicar a pressa do imperialismo em impor a sua versão.

Odiario
Odiario

Sanções e aviões de passageiros

Paul Craig Roberts    20.Jul.14    Outros autores

Diz o autor que “o império de Washington começa a abrir fissuras, uma circunstância que vai trazer consigo uma acção desesperada”. As “fissuras” que aponta resultam de o imenso poder militar da maior potência imperialista ter cada vez menor correspondência com o respectivo poder económico, e do processo de “desdolarização” de um volume crescente de trocas económicas internacionais. A “acção desesperada” verifica-se em diversas partes do mundo, mas pode estar em curso - com ainda maior gravidade e aventureirismo - na Ucrânia.

Odiario
Odiario

Do fim do começo ao começo do fim
Capitalismo, violência e decadência sistémica

Jorge Beinstein*    19.Jul.14    Outros autores

O capitalismo é uma totalidade global e o que aparece como a decadência do centro imperial é a manifestação - decisiva mas parcial - de um fenómeno planetário que inclui a periferia, atolada pela sobredeterminação burguesa universal (decadente) das suas sociedades.

Odiario