Artículos de: 1 Febrero 2015

Odiario

Frelimo continua a trabalhar pela paz*

Aos propósitos de paz, progresso e justiça social manifestados pela Frelimo, opõe-se Afonso Dhlakama, chefe da Renamo, o segundo partido no escrutínio de 2014. Novamente derrotado, tal como o fora em todas as eleições pluripartidárias realizadas desde 1994, não aceitou os resultados, reconhecidos quer pelas instâncias nacionais quer por observadores estrangeiros. Tal como nas ocasiões anteriores, ameaça hoje desestabilizar o país, se necessário recorrendo uma vez mais às armas – ele que, entre 1976 e 1992, apoiado pelos racistas sul-africanos, provocou uma devastadora guerra civil, e que, em 2013, lançou de novo a sua guarda pretoriana em sangrentas acções armadas contra alvos civis no centro do país.

Odiario