Artículos de: Noviembre, 2015

Odiario

As capitais do capitalismo
Entrevista com David Harvey

Daniel Santini    24.Nov.15    Outros autores

Os fenómenos da urbanização e da concentração urbana reflectem aspectos essenciais do desenvolvimento do capitalismo ao longo da sua história, mas a reflexão marxista não tem acompanhado esses fenómenos com o aprofundamento verificado noutras áreas. Esta estimulante e polémica entrevista de David Harvey, geógrafo que se reclama do marxismo, tem assim um interesse acrescido.

Odiario
Odiario

Como surgiu o Estado Islâmico, como se financia e quem faz “vista grossa”

Olga Rodríguez    23.Nov.15    Outros autores

O Estado Islâmico (EI) nasceu no fragor da ocupação e da fragmentação do Iraque. O desmantelamento das forças armadas iraquianas por parte dos EUA contribuiu para o seu fortalecimento. E a guerra síria foi chave para o seu crescimento. Turquia e Arábia Saudita, aliados do Ocidente, são epicentros do financiamento do EI.

Odiario
Odiario
Nota dos Editores

Embaixador dos EUA
Imita Colega Carlucci

Os Editores    22.Nov.15    Editores
Odiario
Odiario

O Abafador Europeu, as consequências da austeridade e do Euro para Portugal

Pedro Carvalho*    21.Nov.15    Outros autores

Sem o retorno dos instrumentos de política económica, monetária, orçamental e cambial e sem pôr no domínio público os sectores estratégicos que permitam alavancar o desenvolvimento económico e social do país, não teremos os instrumentos para fazer as escolhas necessárias para construir o Portugal que queremos e precisamos, que Abril começou.

Odiario
Odiario

Não basta condenar*

Jorge Cadima    20.Nov.15    Destaques

É intolerável que as mesmas forças políticas, económicas e mediáticas que multiplicam palavras de indignação contra o terrorismo fundamentalista em Paris, prossigam no seu criminoso apoio, promoção, financiamento e armamento desse mesmo terrorismo fundamentalista, quando ele se dirige contra países soberanos que não estão sob o controlo do imperialismo, como tem sido o caso na Síria ou Líbia.

Odiario
Odiario

Atentado em Paris: as lágrimas de crocodilo dos dirigentes europeus e dos Estados Unidos

Edmilson Costa*    19.Nov.15    Outros autores

Os principais responsáveis pelo terrorismo no mundo são o imperialismo norte-americano e europeu, além de Israel. São os seus governos que armam, treinam e constroem a logística e fornecem as coordenadas de inteligência para esses grupos atacarem países que não seguem o receituário imperialista. Armam terroristas contra Cuba, “contras” para desestabilizar a Nicarágua, Bin Laden e a Al Qaeda para atacar os soviéticos, mercenários para invadir a Líbia e outros grupos que estão directa ou indirectamente servindo os seus interesses. Na Síria, todos os grupos terroristas, especialmente o Estado Islâmico, foram armados e treinados pelos serviços de inteligência ocidental.

Odiario
Odiario

A sustentabilidade da Segurança Social na proposta de programa do governo PS e a realidade

Eugénio Rosa    18.Nov.15    Outros autores

O capítulo da “Proposta de Programa do Governo” do PS dedicado à Segurança Social são propostas medidas de reforço da sua sustentabilidade. Importa analisar se são suficientes. E importa sobretudo recordar questões essenciais. Uma, que não há sustentabilidade da Segurança Social sem crescimento económico. Outra, que o crescimento económico é condição necessária mas não é suficiente. Porque o cálculo das contribuições para Segurança Social não é feito com base em toda a riqueza criada anualmente no país, mas apenas com base numa parte dessa riqueza: os ordenados e salários. Assim, mesmo que haja crescimento, se a parte dos salários e ordenados diminuir em consequência do agravamento das desigualdades, então esse crescimento económico vai-se reflectir de uma forma insuficiente nas receitas da Segurança Social que têm como origem as contribuições, e são criadas dificuldades financeiras adicionais à Segurança Social. A sustentabilidade da Segurança Social exige uma política de aumento do emprego e de aumento dos ordenados e salários.

Odiario