Artículos de: Septiembre, 2017

Odiario

Por que razão a Coreia Popular
“ameaça” o Japão e o “mundo”?

Giovani Leninster    29.Sep.17    Outros autores

Nem com a eleição de Donald Trump, que deveria levar a um maior cuidado com certo tipo de afirmações e insinuações para evitar o ricochete, os meios de comunicação “ocidentais” deixaram de dar a imagem de Kim Jong Um, como um louco ou um imbecil a brincar com armas atómicas.
No texto que hoje publicamos não se rebate apenas essa postura irresponsável, também se comprova a falsidade da tese de que a Coreia é uma ameaça à paz mundial, nomeadamente aos seus ‘pacifistas’ vizinhos. O Japão e a Coreia do Sul.

Odiario
Odiario

Qual é a fonte para julgar Cuba?

José Manzaneda*    28.Sep.17    Outros autores

Este curto e bem documentado texto não desfaz apenas a mentira das dificuldades de acesso à internet em Cuba e das razões que as justificavam – o ilegal e ilegítimo bloqueio norte-americano a Cuba –, e de como agora estão a ser rapidamente ultrapassadas.
Também neste texto se desmascara a EFE e o El País, por exemplo, que se comportam mais como megafones da CIA e das estruturas de intervenção ilegítima do governo dos EUA nos outros países, do que como órgãos de informação que deveriam ser…

Odiario
Odiario

Espanha contra Catalunha.
O que devemos fazer?

O referendo sobre a independência da Catalunha marcado para o próximo dia 1 de outubro é apenas (e só assim pode ser visto) o exercício de um direito inalienável universalmente reconhecido – o direito do povo catalão à autodeterminação – pelo que é ilegítimo invocar contra ele quaisquer leis ou outros quaisquer interesses de quaisquer povos ou Estados, ainda que seja o espanhol.
O Estado espanhol, através dos seus principais representantes, o Rei e o Primeiro-ministro, não só não mostra respeito por aquele direito inalienável, como a sua presença em Barcelona na manifestação do passado dia 26 de agosto assumiu, nas circunstâncias, foros de provocação rasteira.
Principalmente, se tivermos em conta que a Diada (Dia Nacional da Catalunha) é a 11 de setembro, por nesse dia do ano 1714 a Catalunha ter capitulado perante as forças bourbónicas que a cercavam.
Publicamos hoje um texto de um discurso de solidariedade com o povo catalão do pensador marxista basco Iñaki Gil de San Vicente.

Odiario
Odiario

Fraude e manipulação da opinião pública:
O cartel dos negócios da água em campanha autárquica

Luísa Tovar*    26.Sep.17    Outros autores

Este texto de Luísa Tovar é uma rigorosa e frontal denúncia da entrada da Associação de Empresas para o Sector das Águas (AEPSA) na atual campanha eleitoral autárquica: comprou um apelidado “estudo”, cujas conclusões servem tão coincidentemente com os interesses da negociata privada da água que bem poderia dizer-se terem sido fornecidas pelo cliente, a ‘Associação de Investidores do Negócio’.
O autor único do “estudo” encomendado ao IST através de um contrato que desconhecido é Rui Cunha Marques, lecionador de matérias que nada têm a ver com água ou saneamento naquela instituição, mas que tem atividade em duas escolas de negócios e afirma ser consultor do Banco Mundial e está presente no mercado como fornecedor de serviços de consultoria.
O cartel privado da negociata da água em Portugal «entrou em força em campanha eleitoral autárquica sincronizada com o calendário eleitoral, investindo pesados recursos na manipulação fraudulenta da opinião pública» e tem «o apoio ostensivo e explícito (…) [do] Governo e [de] várias instituições dependentes da Administração Central, assim como da Câmara do Porto, mostram uma ponta do iceberg da intrusão dos cartéis monopolistas no poder político em Portugal».

Odiario
Odiario

Macron injuria o «irreformável» povo francês
o que esconde este nervosismo?

Georges Gastaud*    25.Sep.17    Colaboradores

Macron, apesar do apoio dos donos de 90% dos media franceses, do voto do PS e do PCF no bolso na segunda volta das últimas eleições presidenciais, a pretexto de uma barragem anti-fascista, de ter bênção dos padrinhos do euro-atlantismo não consegue, no entanto, esconder o seu profundo nervosismo…

Odiario
Odiario

ST Louis, como matar a cotovia

António Santos*    24.Sep.17    Outros autores

O texto de António Santos que hoje publicamos o que nunca e demais repetir: a luta contra o racismo é uma das formas assumida pela luta de classes; os tribunais são um dos principais instrumentos de repressão do Estado ao serviço da classe dominante.
De facto, «onde não há justiça não pode haver paz», e não é pela submissão mas pela luta constante e crescente que os povos conquistarão a justiça e a paz.

Odiario
Odiario

Lições da experiência Chilena (1970-1973)

Poder Popular*    23.Sep.17    Outros autores

«Com a vitória das forças de esquerda reunidas em torno da Unidade Popular nas eleições de 1970, o governo de Allende (Partido Socialista em aliança com o Partido Comunista), mesmo com minoria no Congresso, partiu de imediato para ações de amplo alcance popular».
Em 11 de setembro de 1973, o golpe fascista arquitetado, incentivado, apoiado e financiado pelo governo norte-americano através dos seus diversos organismos, veio comprovar que o capital imperialista tolera a democracia representativa apenas e enquanto esta servir os seus interesses de classe. «Os poucos que tentaram [resistir] foram massacrados. A tradição democrática chilena foi quebrada…». Cinquenta mil trabalhadores foram ceifados, o Congresso encerrado, os mais elementares direitos e liberdades suprimidos — o sonho da via parlamentar para o socialismo esbarrou na realidade.
Com a publicação deste texto homenageamos os lutadores da libertadora do Chile e relembramos as lições da experiência chilena.

Odiario