Artículos de: 29 Mayo 2018

Odiario

Uma vida digna, já agora

Gente cuja única coerência de vida é o anticomunismo resolveu caricaturar a posição do PCP sem a ler. No meu caso, podendo não concordar com as conclusões do documento do PCP sobre a morte assistida, não deixo de reflectir sobre muitos dos aspectos que lá constam. É preciso discutir o direito a um fim em condições, que tenha em conta a qualidade de vida, sem cair em simplismos e campanhas imbecis, e não esquecendo que as condições sociais em que se aprovarão um dia estas medidas ditarão se esta decisão será livre.

Odiario