Artículos de: Octubre, 2018

Odiario

Brasil: existe ameaça fascista?

A experiência histórica mundial revela que as classes dominantes têm sempre preocupação com a possibilidade de uma insurgência popular e tratam de adoptar medidas preventivas para salvar o regime capitalista, mesmo quando não existe a ameaça iminente da revolução. O fascismo é uma arma à qual os sectores mais reacionários do capital financeiro recorrem para assegurar os seus interesses. O panorama europeu actual é revelador nesse sentido.

Odiario
Odiario

Esclarecedor dos resultados da privatização da EDP*

Agostinho Lopes    13.Oct.18    Outros autores

É notável e esclarecedora a apresentação «Electricidade: sobrecustos, rendas e concorrência», do Prof. Abel Mateus, primeiro presidente da Autoridade da Concorrência (2003/2008), realizada a 11 de Setembro de 2018 na Comissão Parlamentar de Inquérito às «Rendas Excessivas». Constituiu uma viva e contundente crítica à política de direita levada a cabo no sector eléctrico (mas não só) por sucessivos governos do PS, PSD e CDS.

Odiario
Odiario

O Marxismo, crítica da economia política ou economia política?

Rémy Herrera*    12.Oct.18    Colaboradores

O marxismo, dado ser uma crítica, também é o fundamento dos conceitos-chave de um saber científico autêntico, radicalmente alternativo, em economia política. É com Marx e Engels, no quadro duma concepção materialista da história, que vão ser determinadas as características do modo de produção capitalista, vão ser articuladas as forças produtivas e as relações de produção, vão ser traçados os contornos dos antagonismos de classes, vão ser desvendados os segredos da exploração, incluindo os movimentos complexos do capital, vai ser medida a gravidade das suas crises – e, na prática, vão ser abertos os horizontes das revoluções proletárias que estavam a chegar.

Odiario
Odiario

As FARC entre a esperança e a história

Loic Ramirez*    11.Oct.18    Outros autores

Depois da deposição das armas e assinado um acordo de paz com Bogotá, a guerrilha da FARC-EP tornou-se um grande partido legal. Apesar disso, os seus membros estão a ser sujeitos a uma vaga de assassínios que lembra a trágica experiência de desmobilização dos anos 80.

Odiario
Odiario

Sinhá marquesa Varela, Ídolo Nacional e outras coisas que «estas gajas» são capazes

Lúcia Gomes    10.Oct.18    Outros autores

Que mulheres defende esta elite? Mulheres iguais a elas - brancas, burguesas, com poder económico e algum estatuto social (seja lá o que isso for) ou conhecimento público (seja ele por que motivo for). Ou seja, mulheres que, independentemente da política que praticam ou defendem têm em comum duas coisas: biologia e poder.

Odiario
Odiario

Trump, Charlottesville, Chemnitz e a luta

Fred Goldstein    09.Oct.18    Outros autores

Ninguém sabe nesta altura como é que vai resultar a luta entre Trump e aliados, por um lado, e as forças anti-Trump dentro da classe dominante, por outro. Mas seria fatal para os progressistas e revolucionários confiar na reaccionária classe dominante para derrotar Trump.

Odiario
Odiario

Kavanaugh, o privilégio também chora*

António Santos    08.Oct.18    Outros autores

A estratégia do Partido Democrata nos EUA é conhecida de todos: cercar Trump de escândalos e litígios legais para derrotá-lo nas eleições de 2020 ou, caso seja necessário, removê-lo judicialmente antes disso. O problema é que a grande vingança democrata pelo caso Monica Lewinsky está a abrir brechas que não são apenas bipartidárias mas de classe.

Odiario