Artículos de: Noviembre, 2020

Odiario

Vírus, futurologia e horror à democracia

José Goulão    30.Nov.20    Outros autores

Para a generalidade das pessoas, a pandemia de Covid-19 é uma fonte de legítima insegurança. Para os que sonham com o «governo global», a Covid-19 é a «janela de oportunidade» mesmo a propósito para reforçar o fascismo neoliberal.

Odiario
Odiario

Nomeados do imperador*

António Santos    28.Nov.20    Outros autores


A equipa de nomeados por Biden para a sua administração diz tudo: um bando de falcões, com um comprovado currículo ligado ao complexo militar-industrial, às linhas de actuação mais agressivas, criminosas e antipopulares, inimigos de tudo o que seja progressista em qualquer parte do planeta. A luta anti-imperialista permanece uma prioridade vital para os povos de todo o mundo.

Odiario
Odiario

AKK vai à guerra*

Jorge Cadima    27.Nov.20    Outros autores

Para os patetas que achavam que o agravamento das tensões internacionais melhoraria com a saída de Trump, o recente discurso da ministra da defesa da Alemanha deveria ser elucidativo. O “ocidente” capitalista há muito que retomou o partido da guerra. Que este discurso provenha da Alemanha, que por duas vezes no século XX levou o país e a Humanidade à tragédia, é ainda mais esclarecedor.

Odiario
Odiario
Entrevista com Nines Maestro, dirigente de Red Roja e especialista em Saúde Pública

“A vacina da Pfizer ainda está a ser testada, o anúncio da empresa é pura propaganda”

-    26.Nov.20    Colaboradores

Já se sabia que a pandemia iria ser uma tragédia para muitos e um grande negócio para outros. As grandes multinacionais farmacêuticas estão na primeira linha: ainda não produziram nenhuma, mas lucram milhões nas Bolsas de cada vez que anunciam uma vacina. Vários governos e a UE participam na encenação. Quanto às vacinas que já existem, silêncio.

Odiario
Odiario

É urgente reforçar o orçamento do SNS

Eugénio Rosa    25.Nov.20    Outros autores

O subfinanciamento crónico está a destruir o SNS e a incapacitá-lo de responder às necessidades do país. Os próprios dados oficiais provam que, mesmo em plena grave crise de saúde pública, existe uma clara insuficiência de meios (em 2021, as transferências do OE são inferiores à despesa em 1.089 milhões €). Para colmatar a enorme divida acumulada o governo faz de tempos a tempos transferências extraordinárias ou permite a utilização dos capitais próprios para outros fins: mas desta forma o SNS é estrangulado no seu funcionamento diário, impedindo qualquer gestão racional, eficiente e responsável.

Odiario
Odiario

A pandemia na China: uma lição de governança para o Ocidente

Ugo Bardi    21.Nov.20    Outros autores

Enquanto por cá e pelo mundo ocidental em geral prossegue uma campanha verdadeiramente terrorista tentando incutir um medo sem rosto e irracional (a ponto de se pretender ser necessário prescindir de direitos e liberdades básicas para a combater a pandemia), é necessário recordar o que se passa a Oriente, e não só na China. É que aí a pandemia não só está contida como gerou uma mortalidade incomparavelmente mais baixa do que no Ocidente. Aí não se coloca a alternativa entre “saúde” e “economia”: controlada a pandemia, a actividade social retomou toda a normalidade.

Odiario
Odiario

50 anos de convergências

Manuel Loff    18.Nov.20    Outros autores

Mal a direita clássica (PSD e CDS) precisou dos votos da extrema-direita para retomar o poder, aceitou imediatamente negociar com esta e, pudicamente sem a incorporar no governo, assumiu no seu programa aspectos tão simbólicos quanto a restrição radical de direitos sociais e a revisão da Constituição! Mas não há novidade alguma nesta aliança.

Odiario