A repartição da riqueza criada no país (PIB) entre o trabalho e o capital é muito desigual e agravou-se entre 2008 e 2019

Eugénio Rosa    31.Mar.21    Outros autores

A grave crise económica e social causada pela pandemia está a agravar ainda mais as desigualdades, que já eram enormes no nosso país antes do COVID. A riqueza criada no país diminuiu, o desemprego continua a aumentar de uma forma rápida, a procura de ajuda alimentar disparou, o ritmo de vacinação continua frouxo e aos ziguezagues, e ainda não terminou esta vaga e já meios de comunicação social alarmistas anunciam uma outra vaga ou outra variante do vírus. A insegurança que se está a criar nos portugueses é muito grande. Assim, a economia não conseguirá funcionar e muito menos recuperar e o descalabro económico e social será maior.

Ler texto completo [PDF]

Gostaste do que leste?

Divulga o endereço deste texto e o de odiario.info entre os teus amigos e conhecidos