Documento

As FARC lançam um “Alerta prévio”. A trégua unilateral das FARC está suspensa por um fio devido às operações militares do Exército Nacional

Em comunicado da Delegação de Paz da FARC em Havana, a insurgência lança um “alerta prévio” devido às operações militares e acções de fustigamento que as Forças Militares estão realizando em várias regiões de Colômbia, incluindo bombardeamentos. A ANNCOL publica o comunicado como serviço aos seus leitores.

La Havana, Cuba, sede dos diálogos de paz, 30 de Dezembro de 2014
A trégua assediada: Alerta prévio

Queremos levar ao conhecimento da Frente Ampla pela Paz, e por seu intermédio ao país e ao mundo, de factos que ameaçam o nosso desejo de que se calem as armas e se abra espaço à palavra:
Em 24 de Dezembro, a poucas horas da libertação do soldado Carlos Becerra Ojeda, e quando havia já sido anunciada a decisão das FARC EP de o libertar unilateralmente, a sexta frente comunica que o exército está a realizar buscas nas diversas áreas onde eles têm os seus acampamentos e que é muito provável que a qualquer momento choquem com algum grupo, caso em que responderão adequadamente.

No dia 25 de Dezembro unidades que estão sobre o rio Tigrí, vereda “el Algarrobo”, município de Bagre em Antioquia, informam que estão na iminência de entrar em choque com um comando de uns 20 soldados que tem permanecido nessa zona realizando buscas.

Tendo em conta esta situação foi-lhes dada orientação no sentido de actuarem com a maior prudência, procurando não iniciar o combate, e que se deslocassem ligeiramente. Foi dado conhecimento desta situação a juntas comunais e outras organizações sociais da região, para que sejam testemunhas caso alguma coisa venha a suceder.

Na noite de 24 de Dezembro verificaram-se sobrevoos hostis de helicópteros nas zonas de Curbatá, Loma de Murrí e comunidade de Paracucundó. No dia seguinte verificaram-se bombardeamentos e desembarques de tropas.

Nestas zonas há presença de guerrilhas da 34ª Frente das FARC, o que implica risco iminente de confronto.

A tropa que estava no lugar La Quiebra foi deslocada em direcção a San Antonio de Urrao (Antioquia). E a aterragem de Helicópteros em La Condota indica que há presença ofensiva de uniformizados nesse sector. As unidades do exército que estavam instaladas em Puntas de Ocaidó avançam em direcção à cordilheira principal, de onde podem deslocar-se em direcção a Punta, Taita, Guaguandó, Vegaez ou Belén.

Em jurisdição das Frentes 57 e 18 das FARC, a partir do momento em que se anunciou o cessar unilateral de fogo, tropas governamentais começaram a penetrar pelo rio Cacarica, em direcção às localidades Barranquilla, Bogotá, Perancho, rio Salaquí, e Domingodó, em el Atrato.

Por outro lado, intensificam-se as operações em La Piedra (corregimento de Santa Rita), Finca 25 do Rio San Agustín, o Tablón, Caroba, Chuscal, Alto La Silla e a cordilheira La Envidia. Entretanto, em áreas do Baixo Cauca, como Alto La Porra, Bocanegra, San Antonio, San Pablo, Anaparcy, quebrada Dolores acima, la Fonda, a presença militar é ostensiva. Por exemplo, no sábado 20 de Dezembro uma numerosa patrulha do Exército cruzou o rio San Agustín no sentido de El Campanario, pelo meio da comunidade indígena.

Alertamos a opinião nacional e os organismos e movimentos políticos encarregados da verificação para estes provocadores movimentos de movimentação de tropas que apenas procuram criar situações de facto para gerar confrontação e depois acusar as FARC-EP de violar o cessar-fogo.
Em todos os mencionados cenários as nossas unidades permanecem em atitude de alerta defensivo, esperando não ter que tomar decisões que ponham em perigo a nossa determinação de trégua unilateral indefinida.

¡A PAZ TRIUNFARÁ!
DELEGAÇÃO DE PAZ DAS FARC-EP

Gostaste do que leste?

Divulga o endereço deste texto e o de odiario.info entre os teus amigos e conhecidos