Desigualdade nos rendimentos em Portugal agrava injustiça existente

Eugénio Rosa    16.Sep.16    Outros autores

Eugénio Rosa recorda neste estudo que os rendimentos médios brutos das famílias que receberam entre 2’010 e 2014 250 000 euros ao ano é 142 vezes superior ao das famílias com menos de 5000 euros anuais. A desigualdade social aumentou portanto muito em Portugal durante o governo de Passos Coelho/Portas.

Ler texto completo [PDF]

Gostaste do que leste?

Divulga o endereço deste texto e o de odiario.info entre os teus amigos e conhecidos