Disparou o número de contratos a prazo, agravando a instabilidade laboral e aumentando a exploração

Eugénio Rosa    26.Mar.18    Outros autores

O aumento do emprego no nosso país está associado ao aumento de trabalhadores com contratos a prazo, o que agrava a instabilidade laboral e constitui um instrumento do patronato para reduzir os salários e aumentar a exploração dos trabalhadores. O contrato a prazo é um dos factores que leva a que, segundo o INE, 10,9% dos trabalhadores com emprego vivam abaixo do limiar da pobreza. E o governo, nas suas cosméticas propostas sobre os contratos a prazo, reconhece a instabilidade mas omite os salários de miséria.

Leer texto completo [PDF]

Gostaste do que leste?

Divulga o endereço deste texto e o de odiario.info entre os teus amigos e conhecidos