Terras «com dono conhecido» também ardem

A tragédia dos incêndios florestais repetiu-se, como se repetirá sempre enquanto não forem revertidas as políticas que os potenciam: desinvestimento em meios públicos de prevenção e combate; política florestal subordinada aos interesses das grandes indústrias a montante; ruína da agricultura familiar. E, também, que não se enverede pelo equacionamento de falsos problemas, como as «terras sem dono conhecido», ou de falsas soluções como o «banco de terras» em que PS e BE convergem (e em que a direita só o não faz por razões de táctica conjuntural).

Odiario
Odiario
Odiario

As autárquicas, o PCP e a RTP*

Fernando Correia    21.Oct.17

No balanço das recentes eleições veio de novo à baila a questão dos grandes meios de comunicação social. Ninguém tem dúvidas acerca do férreo controlo de classe que sobre eles é exercido. Em períodos eleitorais, identificar quem favorecem e quem discriminam mais acentuadamente ajuda a avaliar como a classe dominante considera as forças em presença. Na RTP, supostamente serviço público, a coisa foi de novo flagrante.

Odiario
Odiario
Entrevista a William Engdahl

O império EUA, a CIA e as ONG

Ludwig Watzal*    20.Oct.17

Elucidativa entrevista com um estudioso das ONG norte-americanas, nomeadamente as criadas durante a década de 80: “National Endowment for Democracy », “The Freedom House” ou as de Soros, as “Open Society Foundations”, “Instituto para a paz.” Nas palavras de um do seus criadores, tratava-se de «fazer o que a CIA faz, mas de forma privada». Toda a conspiração imperialista desde então ilustra como têm cumprido esse papel.

Odiario
Odiario

O governo descongela as carreiras na Função Pública mas foge a pagar os aumentos daí decorrentes

Eugénio Rosa    18.Oct.17

Na proposta de Lei do Orçamento do Estado para 2018 fica-se a saber que terá lugar um descongelamento das carreiras da Função Pública e como serão pagos os acréscimos remuneratórios a que os trabalhadores têm direito. O descongelamento é positivo, ainda que envolva apenas metade dos trabalhadores. Mas o facto de os aumentos resultantes não entrarem em vigor na sua totalidade a partir de 1 de Janeiro de 2018 é negativo. A não ser alterada a proposta do governo, os trabalhadores receberão em 2018 menos do que deveriam, e em 2019 a situação será ainda pior. O governo dá com uma mão mas reduz o efeito com a outra.

Odiario
Odiario

A situação na Península da Coreia e a urgente defesa da paz e do desarmamento

«Não é possível compreender os actuais desenvolvimentos na situação da Península da Coreia se não se tiver presente que os EUA promoveram e desencadearam uma guerra brutal na Coreia entre 1950 e 1953, que provocou milhões de mortos e uma imensa destruição, e que, concluído um armistício em 1953, passaram 64 anos sem que tenham dado passos para assinar um acordo de paz»

Odiario
Odiario

A revolta democrática catalã e a reacção de Rajoy

Um bom ponto de situação da evolução verificada desde o referendo de 1 de Outubro. Dois aspectos merecem destaque. Um, que o que está em causa é, no seu conjunto, o regime saído da “transição” de 1978. Outro, que a dinâmica adquirida pelo processo, a reacção repressiva do governo Rajoy, e a tomada de posição anti-autonomista do grande capital catalão vêm constituindo um factor de clarificação interna no movimento soberanista.

Odiario
Odiario

A Venezuela e o governo paralelo

Os EUA prosseguem a sua acção de ingerência e agressão à Venezuela bolivariana, agora com a farsa da constituição de um “governo paralelo”.
É mais uma peça numa criminosa estratégia de há muito posta em andamento. O que continua a revelar-se escandaloso é o largo leque de solidariedades internacionais (incluindo “à esquerda”) que a conspiração imperialista consegue congregar.

Odiario
Odiario

Perigos*

Jorge Cadima    13.Oct.17

As mesmas potências imperialistas que fragmentaram e destroem Estados, da Jugoslávia até à Líbia, manifestam preocupação face à actual crise catalã e apoiam a acção repressiva e violenta do governo de Madrid. Semearam ventos e agora colhem tempestades. É mais um elemento de uma muito perigosa situação internacional, todos os dias atiçada pela irresponsável clique no poder nos EUA.

Odiario
Odiario

Estaline e Hitler: irmãos gémeos ou inimigos mortais?

Domenico Losurdo*    12.Oct.17

A reaccionária teoria do “totalitarismo” procura associar Hitler e Stáline e, em termos gerais, comunismo e fascismo. Este lúcido texto demonstra não só falsidade histórica da assimilação entre essas duas figuras como as reais afinidades entre as concepções do nazismo e as das outras potências coloniais, e as doutrinas racistas – nomeadamente da “supremacia branca,” ainda com tão forte expressão nos EUA dos dias de hoje. Nenhuma falsificação histórica ou teórica pode ocultar que é à URSS que se deve, no fundamental, a derrota do nazi-fascismo.

Odiario
Odiario

O futuro da UE está em jogo na Catalunha

Pepe Escobar    11.Oct.17

Um dos aspectos menos destacados da situação na Catalunha diz respeito ao comportamento da UE, inteiramente alinhada com Rajoy e aprovando a repressão policial que este desencadeou. Seria fácil imaginar a reacção da UE se o drama na Catalunha estivesse a acontecer em terras eurasiáticas distantes e “bárbaras”. O pacífico referendo na Crimeia foi condenado como “ilegal” e ditatorial, ao passo que um ataque violento contra a liberdade de expressão de milhões de pessoas vivendo na UE é tolerado.

Odiario
Odiario

PORTO RICO: ¿Segunda invasão gringa?

Berta Joubert-Ceci    10.Oct.17

Porto Rico é há mais de um século uma colónia dos EUA. A dominação económica tem vindo a acentuar-se, nomeadamente com a lei aprovada durante a administração Obama que impôs a Porto Rico o pagamento de uma dívida pública ilegítima de $74 mil milhões. Agora, a pretexto de “ajudar” face à destruição provocada pelo furacão Maria, aumenta igualmente a presença militar.

Odiario
Odiario