Autor: “António Santos”

Odiario

Greve contra o monopólio*

António Santos    23.Abr.17    Outros autores

Nos EUA, ter organização sindical numa empresa já constitui um enorme feito dos trabalhadores. Se os trabalhadores organizados empreendem uma luta que dura desde 28 de Março, é caso para celebrar em ainda maior escala. Nem mesmo os poderosíssimos monopólios dos EUA podem empreender uma ofensiva de classe sem defrontar uma resposta de classe.

Odiario
Odiario

Lagwiyanne, a colónia desperta*

António Santos    07.Abr.17    Outros autores

A Guiana Francesa vive a maior luta da história da colónia. Paralisada há quase duas semanas por uma greve geral ilimitada, assistiu já a grandes manifestações de massas e à ocupação do Centro Espacial de onde a potência colonial lança os foguetes Ariane. Luta contra a dependência e a pobreza que levanta um território inteiro.

Odiario
Odiario

Apocalipse: RTP

António Santos    26.Ene.17    Outros autores

Recentemente, explodiu nas televisões americanas um novo tipo de «documentário» a que chamam docufiction. Ficção apresentada como se abordasse uma realidade factual. É o caso da série da RTP dedicada a Stáline. Uma fraude documental com um objectivo ideológico preciso, no ano em que se celebra o centenário da Revolução de Outubro. A RTP, paga por todos nós, dá tempo de antena a propaganda que os nazis não desdenhariam.

Odiario
Odiario

Pragmáticos da terceira guerra*

António Santos    01.Ene.17    Outros autores

Quando ainda se especula se o presidente eleito Donald Trump será um irresponsável ou um pragmático, os nomes da equipa governativa vão traçando o perfil de um pragmatismo que radica na irresponsabilidade: o imperialismo. E vão-se acumulando os indícios (e as provocações) de uma renovada agressividade em relação à China.

Odiario
Odiario

Google, Trump e o futuro da propaganda*

António Santos    21.Dic.16    Outros autores

Muita gente interroga-se como foi possível o êxito de Trump, se teve contra si todos os grandes media. Foi na Internet e não na televisão que Trump fez propaganda. Com o estratega neofascista Steve Bannon e a sua equipa de físicos e engenheiros da Analytica, a campanha de Trump desenvolveu 50 mil perfis individuais de eleitor, permitindo aquilo a que se pode chamar micro-propaganda.

Odiario
Odiario

A revolução esquecida de 1383

António Santos    10.Dic.16    Outros autores

Compreende-se o desconforto que a Revolução de 1383 inspira na actual classe dominante: a geração de Soares dos Santos, Américo Amorim e Ricardo Salgado tem mais em comum com os senhores feudais parasitários que se passaram para o lado de Castela do que com a burguesia revolucionária de Álvaro Pais, Gil Fernandes e Álvaro Coitado, construtores conscientes do capitalismo embrionário a que Fernão Lopes chama a Sétima Idade do Mundo «na qual se levantou outro mundo novo e nova geração de gentes, porque filhos de homens de tão baixa condição».

Odiario
Odiario

Mais firmes do que a rocha*

António Santos    26.Nov.16    Outros autores

Mais de 300 feridos, 26 dos quais com gravidade, é o saldo do bárbaro ataque lançado pela polícia, na noite de domingo, contra os «protectores da água» em Standing Rock, no Dacota do Norte, EUA. A luta do povo Sioux contra o Oleoduto de Acesso ao Dacota é a história de como um protesto em defesa do direito à água se transformou no epicentro da revolta dos índios americanos. Uma batalha entre o direito a existir e um genocídio começado há 500 anos.

Odiario