Autor: “Atilio Boron”

Odiario

Demonizar primeiro, matar depois

Atilio Boron    14.Jul.21    Outros autores

Os grandes media «abandonaram totalmente a função jornalística em favor de uma obra de propaganda». Este texto foi escrito antes dos últimos acontecimentos em Cuba, e estes não fazem mais do que confirmar o papel central dos media e das “redes sociais” na ofensiva imperialista, onde quer que ela aponte. A administração Biden revela-se como um inimigo dos povos ainda mais virulento do que a própria administração anterior e conta com uma cumplicidade mediática muito superior. A denúncia é importante, mas mais importante ainda é a solidariedade activa para com o povo cubano e todos os povos alvo da agressão imperialista. Todos os povos que queiram assumir livremente o seu próprio destino estão sob ameaça.

Odiario
Odiario

A memória contra o terrorismo
9 de Agosto: Dia Internacional dos crimes norte-americanos contra a humanidade

A data do bombardeamento atómico de Nagasaki pelos EUA fixa uma memória que é indispensável manter sempre viva: a dos crimes EUA contra a humanidade. Não se iniciaram em 1945, mas atingiram com os bombardeamentos de Hiroshima a Nagasaki uma atrocidade monstruosa. Prolongam-se até aos dias de hoje e a criminosa elite imperialista responsável por eles permanece no poder, quaisquer que sejam os responsáveis de turno. E ameaçam a humanidade inteira.

Odiario
Odiario

Salvador Allende: uma recordação e um ensinamento

Atilio Boron    13.Sep.18    Outros autores

Passa quase meio século sobre a eleição de Salvador Allende para a Presidência do Chile. A tragédia em que terminou o governo da Unidade Popular não deve fazer esquecer que esse momento abriu caminho ao “ciclo de esquerda” que, anos mais tarde, marcou a América Latina e o Caribe. Tal como não deve fazer esquecer que os moldes da bárbara conspiração imperialista postos em prática no Chile permanecem vigentes, como o comprovam as actuais situações na Venezuela e Nicarágua e os golpes já levados a cabo em outros países.

Odiario
Odiario

Sabotagem à democracia na Venezuela

Atilio Boron    15.Feb.18    Outros autores

Depois de longos meses de diálogo e negociação em Santo Domingo, o governo e a oposição venezuelana tinham chegado a um acordo. Apenas faltava a cerimónia da assinatura. Mas as ordens de Washington fizeram tudo voltar atrás. Para os EUA a única solução aceitável é a do caos, da violência e da intervenção militar. Sejam quais forem os custos e a dimensão da tragédia.

Odiario
Odiario

_O “golpe brando preventivo”

Atilio Boron    10.Dic.17    Outros autores

Em Honduras está em curso uma enorme fraude eleitoral. O governo e o Tribunal Superior Eleitoral manipulam actas e contagens das secções de voto para manter na presidência Juan Orlando Hernández, que aí fora colocado pelo golpe de 2009 contra o presidente Zelaya. Operação toscamente conduzida, não teria condições para avançar sem a bênção dos EUA e a cumplicidade da OEA. Seja pela repressão sangrenta, pela agressão ou pela fraude, o imperialismo está apostado no regresso da América Latina ao passado de dependência colonial.

Odiario
Odiario

O império e a legitimação da tortura

Atilio Boron    31.Dic.14    Outros autores

O Relatório do Comité de Inteligência do Senado dos Estados Unidos descreve de forma minuciosa as diferentes “técnicas de interrogatório” utilizadas pela CIA. Trata-se da prática sistemática, bárbara e cega da tortura. Com toda a cobertura política, jurídica e mediática do poder de Estado. Mas, por horrível que seja a informação que o Relatório disponibiliza, ele está longe de conter toda a verdade, ou de tirar as devidas conclusões do que relata.

Odiario
Odiario

Os Estados Unidos, longe da independência energética

Atilio Boron    09.Jul.14    Outros autores

As estimativas feitas acerca do potencial das jazidas de xisto betuminoso na Califórnia erraram. Ao que parece, a realidade é 96% inferior. Má notícia para a independência energética dos EUA. Má notícia também para os países produtores, nomeadamente a Venezuela, contra quem irá intensificar-se a ofensiva imperialista.

Odiario