Autor: “Carlos Lopes Pereira ”

Odiario

O Massacre de Cassinga*

Carlos Lopes Pereira    12.May.18    Colaboradores

Num tempo de tentativas de neocolonização de África - em particular na zona subsaariana, mas não só - é ainda mais importante a preservação da memória histórica dos heróicos movimentos africanos de libertação nacional, e dos monstruosos crimes cometidos pelos que desejariam impedir para sempre a libertação dos povos africanos. Os mesmos interesses que trabalham para o regresso a um passado de dependência, opressão e rapina das riquezas nacionais.

Odiario
Odiario

Crise prolongada na Guiné-Bissau*

Vive-se na Guiné-Bissau uma insólita situação que há três anos mantém paralisada a governação do país. Vencedor das eleições de 2014, o PAIGC formara governo. Surpreendentemente, passado um ano e com o apoio do partido derrotado - o PRS - o presidente da República demitiu o governo. Desde 2015 foram já nomeados sete primeiros-ministros. E a actual perspectiva de saída da crise surge sobretudo por pressão da CEDEAO.

Odiario
Odiario

Uma batalha decisiva para a África Austral*

Carlos Lopes Pereira    01.Abr.18    Colaboradores

Celebrou-se a 23 de Março o 30.º aniversário da batalha de Cuito Cuanavale. Com a vitória das forças anti-imperialistas na maior batalha convencional em África desde o final da II Guerra Mundial mudou o curso da história na África Austral. A vitória de Cuito Cuanavale foi um momento de viragem – abriu as portas à paz em Angola, conduziu à independência da Namíbia, perspectivou o desmantelamento do regime do apartheid na África do Sul.

Odiario
Odiario

O Ocidente reforça ingerência no Sahel*

A neocolonização da África subsariana é acompanhada de uma crescente presença militar dos novos colonizadores. A justificação já vai estando um pouco gasta: a «luta contra o terrorismo».
E essa justificação não pode esconder que o «terrorismo», em vez de recuar, progrediu. A acção dos grupos jihadistas aumentou e os seus ataques tornaram-se cada vez mais mortíferos.

Odiario
Odiario

Desenvolvimentos na África Austral*

Carlos Lopes Pereira    08.Ene.18    Colaboradores

Na África Austral estão em curso desenvolvimentos em alguns países onde se vivem velhos problemas e se colocam novos desafios. Na África do Sul, o ANC elegeu um novo líder, Cyril Ramaphosa, com a tarefa de unir o partido, salvaguardar a aliança com o Partido Comunista Sul-africano e a COSATU e ganhar em 2019 a presidência da República. No Zimbabwe, afastado Robert Mugabe, o novo presidente do país e da ZANU-PF, Emmerson Mnangagwa, procura revitalizar a economia e reconquistar a confiança popular. Em Angola, o presidente João Lourenço iniciou o mandato e quer, com o MPLA, «melhorar o que está bem e corrigir o que está mal». Em Moçambique, o governo da FRELIMO trabalha para consolidar a paz e o desenvolvimento.

Odiario
Odiario

Drones assassinos na guerra do Sahel*

Carlos Lopes Pereira    26.Dic.17    Colaboradores

Os «robots assassinos» vêm oficialmente juntar-se às tropas especiais já no terreno. Com a justificação do «combate ao terrorismo», o imperialismo estado-unidense e aliados alargam a intervenção militar em África – do Sahel à Somália, da Nigéria aos Grandes Lagos –, com o propósito de controlar e explorar os recursos do continente.

Odiario
Odiario

Zimbabwe: Mugabe demitiu-se*

A recente crise no Zimbabwe passou por uma intervenção das forças armadas, e evoluiu sem que se tivessem verificado quaisquer actos de violência, seja da parte destas, seja da parte de civis. Tanto quanto se sabe, trata-se de movimentos internos para resolver problemas internos. O que, a confirmar-se, será uma boa notícia para África, onde a ingerência imperialista procura manobrar em todo o lado, e agir contra independências a que as velhas potência coloniais não se conformaram.

Odiario