Autor: “Carlos Lozano”

Odiario

Sobre a primeira etapa dos diálogos de Havana entre as FARC-EP e o governo colombiano

Concluiu-se a primeira etapa dos diálogos de Havana. Para as forças democráticas e defensoras da paz, o balanço é positivo. Mas o prosseguimento do processo até que seja alcançada uma paz estável e duradoura enfrentará ainda muitas dificuldades e incertezas. À mesa das negociações sentam-se forças de classe antagónicas. E no desenvolvimento do processo pesará de forma determinante a posição do imperialismo, que tem na Colômbia uribista o seu mais fiel aliado na América Latina.

Odiario
Odiario

“Estamos dispostos a buscar a Paz”

Carlos Lozano    27.Sep.12    Outros autores

Timoleón JiménezTimoleón Jiménez, comandante-em-chefe do Estado Maior Central das FARC-EP, é a cabeça visível do lendário movimento guerrilheiro, hoje comprometido na busca da paz democrática, mediante um novo diálogo com o Governo Nacional. É a continuidade de uma orientação da guerrilha das FARC-EP. Já o havia dito Manuel Marulanda ao VOZ, durante os diálogos de Caguán: “A paz é uma bandeira dos revolucionários”.

Odiario
Odiario

“Onde estão os gestos de paz do governo colombiano?”

Nos últimos dias de março a Agenda Colômbia-Brasil encontrou-se com Lozano, na cidade de Rio de Janeiro, na qual este estava participando de um evento internacional. Nesse momento da entrevista a conjuntura colombiana apontava para a liberação de forma unilateral, dos 10 prisioneiros de guerra que ainda estavam em poder FARC-EP, realizada em dia 2 de abril e muitas organizações sociais e de direitos humanos realizavam exigências ao governo de Juan Manuel Santos para verificar a situação nas cadeias onde estão os presos políticos.
Carlos Lozano acredita nas possibilidades da construção da paz na Colômbia e nos mostra a urgência dessa construção.

Odiario