Autor: “David Brooks*”

Odiario

Trump - Os racistas e a extrema-direita

David Brooks*    25.Ago.17    Outros autores

Se a história do homem é o percurso da violência, a verdade é que esta é sempre o meio escolhido pela direita na sua luta pela preservação de «o velho» contra a chegada de «o novo».
A morte de Heather Heyer, de 32 anos, assassinada por atropelamento premeditado executado por um nazi norte-americano, transformou Charlottesville num marco histórico na luta unitária contra o fascismo
(http://www.workers.org/2017/08/22/charlottesville-momento-clave-en-la-lucha-unida-contra-el-fascismo/).

Odiario
Odiario

Kennedy discutiu o derrube de Goulart dois anos antes do golpe de 1964 no Brasil

David Brooks*    16.Abr.14    Outros autores

Documentos desclassificados que acrescentam novos dados à longa história da ingerência imperialista. Historial que de Truman a Kennedy, de Bush a Obama, acumula os mais hediondos crimes contra os povos de todo o mundo. Neste caso com a particularidade de destacar de novo o papel da sinistra figura de Vernon Walters, com quem a Revolução de Abril teve também que se defrontar.

Odiario
Odiario

EUA pressionam o Papa contra Cuba

David Brooks*    28.Mar.12    Outros autores

Embora irmanados nos fins, Vaticano e imperialismo norte-americano seguem por caminhos diferentes a sua cruzada contra Cuba.
A experiência política no caminho do retrocesso histórico adquirida pela Igreja durante o papado de João Paulo II, em grande parte do qual as linhas mestras eram já definidas pelo cardeal Ratzinger - o actual Papa - podem levar o Vaticano a não ceder a Washington e Miami. O que não significa que os seus objectivos sejam divergentes…

Odiario
Odiario

Pagamentos a Gestores em Wall Strett
Continua o Rega-Bofe

David Brooks*    29.Oct.09    Outros autores

David Brooks
“As gigantescas firmas de Wall Street provavelmente teriam fechado se os contribuintes não tivessem dado biliões de dólares em fundos de resgate e apoio (…). Agora, (…) um ano passado sobre o resgate, estes executivos atrevem-se a pagarem a si mesmos somas recorde de remunerações extraordinárias. Estes pagamentos obscenos de Wall Street deveriam ter dado uma sacudidela no Congresso e levarem a apertadas regulações, já que são o resultado das mesmas práticas que levaram o sector à crise.

Odiario