Autor: “Eugénio Rosa**”

Odiario

O Relatório da OCDE e a produtividade em Portugal*

Eugénio Rosa**    30.Jun.08    Outros autores

Embora a produtividade dos trabalhadores em Portugal tenha baixado de uma média anual de +3,6% no período 1985-2000 para +1,2% no período 2000-2005, como demonstra o Relatório da OCDE de Junho de 2008, “Angel Curria, num discurso feito para agradar o ministro das Finanças, que estava presente, uniu-se ao governo e aos patrões para defender a continuação da politica de redução do défice orçamental não olhando a consequências, e para exigir uma maior flexibilidade (precariedade) das relações de trabalho em Portugal”. O que baixou foi a capacidade do patronato de gerir, de organizar o trabalho, de utilizar a capacidade instalada. E como só o trabalho é produtivo…

Odiario
Odiario

Em 2007 o investimento português no estrangeiro foi superior à captação de investimento no exterior *

Eugénio Rosa**    09.Jun.08    Outros autores

Neste estudo, Eugénio Rosa demonstra o fracasso do governo Sócrates e do seu ministro da Economia na captação de investimento estrangeiro: em 2007, “o investimento directo de empresas portuguesas no estrangeiro (4.542 milhões de euros) [foi] já superior ao investimento estrangeiro em Portugal (4.115 milhões de euros) em 427 milhões de euros”

Odiario
Odiario

Educação: Falta de planeamento compromete desenvolvimento do país*

Eugénio Rosa**    19.Feb.08    Outros autores

Com o objectivo de implementar as reformas que degradam o ensino público, fabricando assim a opção maioritária pelo ensino privado, José Sócrates e a sua ministra da Educação comprometem o desenvolvimento do país por falta do planeamento adequado às necessidades do país.

Odiario
Odiario

Alterações qualitativas no emprego em Portugal*

Eugénio Rosa**    04.Sep.07    Outros autores

A prossecução da política de classe de subordinação aos modismo da globalização imperialista só acelera a degradação das condições de vida dos portugueses: a degradação das condições de emprego e o aumento do desemprego são o resultado da política de classe do governo PS, liderado por José Sócrates.

Odiario