Autor: “FARC”

Odiario

Intervenção da Fuerza Alternativa Revolucionaria del Común (FARC) em reunião de balanço e análise do primeiro ano de implementação dos Acordos de Havana.

FARC    10.Ene.18    Outros autores

Um ano passado sobre a assinatura em Havana dos Acordos de Paz, o balanço da sua implementação é muito negativo. Nem no plano político, nem nos planos económico e social foram dados quaisquer passos do que fora acordado, e recrudesce a violência paramilitar, agora de mãos ainda mais livres. Num quadro internacional desfavorável em que o imperialismo não quer ver enfraquecido o seu controlo sobre a plataforma colombiana, tudo o que há de pior – das instituições à reacção e aos barões da droga - age contra a paz e contra o povo. E é alarmante que as FARC encarem como último recurso o apelo à intervenção de alguém como Juan Manuel Santos.

Odiario
Odiario

Adeus às armas, adeus à guerra
Benvinda a paz

Esta foi intervenção feita em nome das FARC na cerimónia que assinalou a conclusão da entrega de armas por parte daquela organização colombiana. Mais uma vez fica clara a assimetria entre o governo de Juan Manuel Santos e as FARC no que diz respeito ao cumprimento do Acordo de Paz negociado em Havana. Historicamente, não existe qualquer razão para confiar na boa-fé e muito menos na seriedade dos representantes da classe dominante colombiana. A última palavra pertencerá ao martirizado povo da Colômbia, num processo cujo êxito está longe de estar assegurado.

Odiario
Odiario

Reflexões sobre as conversações de paz em Havana

Estamos prontos para assinar um acordo de paz que abra as fechaduras do poder constituinte soberano. Como ficará porém a acção daqueles que, após assinar o compromisso de Agilizar em Havana e Diminuir na Colômbia colocaram freio às dinâmicas da Mesa, enquanto o movimento popular é hostilizado e se expande a militarização do território, assediando uma força insurgente que cessou as suas acções ofensivas contra a Força Pública e a infra-estrutura económica?

Odiario