Autor: “Georges Gastaud*”

Odiario

Macron injuria o «irreformável» povo francês
o que esconde este nervosismo?

Georges Gastaud*    25.Sep.17    Colaboradores

Macron, apesar do apoio dos donos de 90% dos media franceses, do voto do PS e do PCF no bolso na segunda volta das últimas eleições presidenciais, a pretexto de uma barragem anti-fascista, de ter bênção dos padrinhos do euro-atlantismo não consegue, no entanto, esconder o seu profundo nervosismo…

Odiario
Odiario

Para um “Independentismo”
Progressista e Consequente

Georges Gastaud*    25.May.16    Outros autores

A crise estrutural do sistema do capital e a sua não superação no atual quadro tem trazido ao debate, cá e por toda a Europa, a saída do UE e do Euro. Se é de saudar as denúncias feitas e as alterações que se verificam nas propostas de Jean-Luc Mélechon, elas não podem esconder as profundas diferenças existentes.
Pois, entende Georges Gastaud, «a soberania da nação não é negociável: ela toma-se. Sair da UE, do euro, da NATO, as três principais amarras supranacionais e atlânticas de onde derivam todas as outras grilhetas que nos estrangulam não poderia portanto, em princípio, estar sujeito a negociação; o simples facto de negociar sobre isso já significa que a França… não existe, que depende de outros… para ser independente, e que, na melhor das hipóteses é uma província recalcitrante do império europeu a um passo de se tornar a “União Transatlântica”».

Odiario
Odiario

Reflexões sobre a «via pacífica para o socialismo»

Georges Gastaud*    09.Oct.15    Destaques

Recebemos este texto de Georges Gastaud, amigo de odiario.info. Tratando-se de um texto escrito já há sete anos, há nele referências de conjuntura que perderam actualidade. Mas as questões de ordem teórica e ideológica que aborda são actuais, e são centrais para todos aqueles que se empenhem sinceramente na luta pelo socialismo.

Odiario
Odiario

O trunfo de «Marianne»
Março de 2014, 70.o aniversário do programa do CNR

Um texto que fala da situação em França e da necessidade de uma perspectiva popular e combativa para a superar. Mas é necessário deixar claro que odiario.info não se revê em apelos ao boicote eleitoral como os que este texto veicula. Nas próximas eleições europeias nenhum voto democrático e progressista deve alhear-se do que nesse dia é indispensável afirmar: a rejeição e condenação das troikas nacional e estrangeira e das suas políticas de desastre nacional.

Odiario
Odiario

No centenário do nascimento de Álvaro Cunhal

Georges Gastaud*    22.Nov.13    Destaques

A obra de Álvaro Cunhal não pertence apenas ao povo português. Precisamente em virtude da sua dupla ancoragem nacional e internacional, ela pertence doravante ao património mundial dos comunistas, dos trabalhadores, e do movimento universal pela emancipação dos povos.

Odiario
Odiario

Sair do Anticomunismo
“Antitotalitarismo” Totalitário

Georges Gastaud*    26.Oct.09    Colaboradores

Georges Gastaud

“…Porque é que a oligarquia capitalista haveria de se abster de gozar finalmente a sua vingança contra a «França vermelha», agora que a vitória da contra-revolução de Berlim a Vladivostok remundializou a exploração capitalista, agora que a Europa socialista e a RDA foram recolonizadas pela Europa do capital pilotado por Berlim”…?

Odiario
Odiario

SANTA SUBITO! Exijamos a beatificação de Santa-Ingrid da Reconquista

Georges Gastaud*    17.Jul.08    Colaboradores

Georges Gastaud

A especulação tem limites e é sobre a ultrapassagem desses limites por parte de Ingrid Betancourt e o seu anfitrião Sarkozy, ora presidente de França o texto de Georges Gastaud, filófofo marxista francês

Odiario