Autor: “Julio C. Gambina”

Odiario

A mudança política na agenda regional

Julio C. Gambina    22.Abr.15    Colaboradores

A Cimeira das Américas mostrou os sinais não apenas de um subcontinente em mudança, mas de mudanças que têm já significativa expressão institucional, tal como a têm na luta dos povos. Na cimeira, ao fim do isolamento de Cuba correspondeu uma redução do espaço político de manobra dos EUA. Mas a dominação e agressão imperialista – política, económica, financeira, militar, diplomática – não tem ainda uma alternativa e um confronto à altura.

Odiario
Odiario

A dívida argentina e o debate internacional

Julio C. Gambina*    20.Mar.15    Outros autores

O clamor que se levanta é pela investigação e auditoria da dívida pública, na Argentina e no mundo. A questão da dívida pública adquiriu carácter global, afecta as relações globais e a economia mundial. A investigação impõe ao mesmo tempo suspender os pagamentos e repensar a forma de agir em relação à dívida. É uma conclusão que vai para além das pressões dos abutres, dos especuladores de todo tipo e dos poderes judiciais locais e externos. É um tema de soberania popular.

Odiario
Odiario

Crise energética e preço do petróleo: luta pela hegemonia no capitalismo em crise

Julio C. Gambina    02.Dic.14    Colaboradores

No panorama da produção energética mundial assiste-se a uma complexa guerra em torno dos preços – em baixa - e da produção – em alta. Com tal estratégia, os EUA pretendem asfixiar países que dependem da sua factura petroleira como a Rússia, a Venezuela ou o Irão. Mas com os preços baixos inviabilizam economicamente a sua aposta na produção de não-convencionais (shale), e entram em conflito com a sua aliada Arábia Saudita.

Odiario
Odiario

Terrorismo económico mundial

Julio C. Gambina    02.Oct.14    Colaboradores

A reestruturação regressiva do capitalismo argentino tem antecedentes na ditadura genocida e terrorista de 1976. Sem a violência terrorista do Estado capitalista não teria existido a possibilidade das privatizações realizadas e consolidadas em tempos constitucionais na Argentina. Os “fundos abutres” são apenas uma parte do terrorismo económico que o neoliberalismo institucionalizou.

Odiario
Odiario

Acordos com o FMI e Banco Mundial

Julio C. Gambina*    13.Dic.13    Colaboradores

A Argentina reuniu recentemente com o FMI, o Banco Mundial e o G20. Dos acordos estabelecidos fica claro que a Argentina está a cumprir os deveres acordados com o FMI. O que não deve ser esquecido é que a dependência e a associação ao “Consenso de Washington”, através da dívida pública, continuam latentes nos problemas estruturais da Argentina.

Odiario
Odiario

A preocupação económica é pelo dólar

Julio C. Gambina    07.Nov.13    Colaboradores

O gigantesco deficit dos EUA é financiado por todo o mundo. É incrível a confiança na segurança de um país que está em quebra, que gasta mais do que tem de receita, que compra mais do que vende e que tem dificuldade em sustentar o dólar como moeda mundial.

Odiario
Odiario

O papel doEstado e as finanças públicasna captação e distribuição de recursos

Julio C. Gambina    30.May.13    Colaboradores

O desenvolvimento capitalista contemporâneo é impensável sem o papel do Estado. É uma questão assumida com a crise, inclusivamente antes da grande depressão de 1930 e que agora, com a eclosão da crise mundial em 2007/8 reaparece com intensidade e muita força.

Odiario