Autor: “M.K. Bhadrakumar ”

Odiario

Barreira sino-russa contra a intromissão dos EUA

M.K. Bhadrakumar    23.Ago.19    Outros autores

Os EUA acumularam suficiente experiência e sucessos na promoção de “revoluções coloridas” para se abalançarem a duas operações simultâneas de grande ambição: Hong Kong e Moscovo. O problema é irem confrontar-se com forças e meios muito superiores àqueles com que se depararam em outros lugares. E desta nova ofensiva resultarem novas plataformas de cooperação sino-russa, outro pesadelo para os EUA e seus aliados.

Odiario
Odiario

Moscovo recorda a Guerra de Charlie Wilson

M.K. Bhadrakumar    14.Jun.13    Outros autores

A ingerência dos EUA na Síria acrescenta mais um negro capítulo à criminosa acção do imperialismo, que não reconhece lei senão a lei do mais forte, e cujos métodos “diplomáticos” se situam ao nível do mais grosseiro aventureirismo. Veja-se a recente iniciativa do senador McCain, ex-candidato presidencial, a permitir-se entrar em território sírio pela mesma via por onde entram os mercenários e assassinos que o imperialismo apoia.

Odiario
Odiario

Síria: guerra por procuração*

M.K. Bhadrakumar    10.Feb.12    Outros autores

O duplo veto da Rússia e da China à resolução proposta pela Liga Árabe ao Conselho de Segurança da ONU é um evento histórico monumental. O primeiro duplo veto de russos e chineses na questão síria, em reunião de Outubro, foi movimento coordenado, com o objectivo de fazer gorar uma resolução que poderia ser aproveitada pela NATO para montar uma operação militar na Síria. Mas o segundo duplo veto, em movimento para pressionar o presidente Bashar al-Assad da Síria a deixar o poder, tem significado muito mais amplo.

Odiario
Odiario

Rússia considera que Médio Oriente resvala para a guerra

A situação no Oriente Médio aproxima-se rapidamente do ponto crítico e o início do conflito já aparece nas cartas. Na Síria, o imperialismo prepara-se para passar da actual interferência em questões internas a uma intervenção segundo o “modelo Líbio”, com a Turquia a desempenhar provavelmente um papel central. No Irão a escalada militar acelera, também sob a pressão de Israel, e aí os EUA caminham para intervir directamente.

Odiario
Odiario

EUA deitam tudo a perder nas eleições no Afeganistão

M.K. Bhadrakumar*    21.Nov.09    Outros autores

M.K. Bhadrakumar
Karzai inicia este “segundo mandato por iniciativa própria, desafiando os desejos e frustrando os desígnios das potências ocidentais. Chegou o momento de enterrar o machado e fazer o balanço, com estilo. Vêm aí tempos perigosos. A própria presidência de Obama está na linha de fogo. As potências ocidentais não podem arriscar deitar de novo tudo a perder.
Em termos institucionais, quer a Casa Branca quer o Departamento do Estado têm uma tarefa tremenda que consiste em reatar os laços com Karzai. Tudo indica que as relações entre Obama e Karzai estão muito mal. Aparentemente, eles nem usam o telefone via satélite para falar um com o outro. Isto nunca deveria ter acontecido entre dois políticos dotados.

Odiario