Autor: “Manlio Dinucci”

Odiario

A partir da Europa, armas estado-unidenses para a guerra contra Síria e Iémen

Manlio Dinucci    26.Abr.17    Outros autores

Como é habitual, um bem informado texto de Dinucci acrescenta novos elementos acerca da logística da escalada da guerra dos EUA no Médio Oriente. Uma intervenção criminosa, um chorudo negócio para alguns, uma tragédia sem fim à vista para os países e povos agredidos.

Odiario
Odiario

A Europa e o ataque contra a Síria

Manlio Dinucci    22.Abr.17    Outros autores

A mais recente agressão dos EUA e da NATO contra a Síria – o bombardeamento da base de Cherat – não é apenas a primeira grande confirmação da irresponsabilidade de Trump, tão criminosa como a de Obama. É a confirmação de que a mudança de uma peça em nada altera o funcionamento da engrenagem que vai tornando cada vez mais real a ameaça de um conflito militar a uma escala sem precedentes. Em que a Itália continua a constituir uma importante base geoestratégica.

Odiario
Odiario

¿Manterá Bruxelas a estratégia nuclear do Pentágono?

Manlio Dinucci    30.Mar.17    Outros autores

Há indícios de que o directório da UE se dispõe a prosseguir e radicalizar ainda mais a política de confronto com a Rússia promovida pela administração Obama. A adopção da política agressiva da NATO como política explícita da própria UE incluiria até que a união dos monopólios se assumisse no seu conjunto como potência nuclear. A crise do capitalismo ressuscita todas as monstruosidades da sua história repleta de crimes.

Odiario
Odiario

A NATO «não obsoleta» prepara-se para outras guerras

Manlio Dinucci    03.Mar.17    Outros autores

Numa das suas tiradas eleitorais, Trump classificou a NATO de «obsoleta». Mas a sua administração já arrepiou caminho. Como poderia ser obsoleta para a maior potência imperialista uma aliança militar que nos últimos 20 anos incorporou todos os países do extinto Pacto de Varsóvia, 3 repúblicas da desaparecida URSS e outras 3 da ex. Jugoslávia, e promove uma concentração de forças e meios no leste da Europa e no Médio Oriente que cria condições para uma colossal tragédia?

Odiario
Odiario

O presidente “bom” e o presidente “mau”

Manlio Dinucci    21.Feb.17    Outros autores

Com as manifestações realizadas a 21 de Janeiro, muitos cidadãos de diversos países aceitaram comportar-se como seguidores e instrumentos de uma das facções em confronto nos EUA. Entre o beatificado Obama e o demonizado Trump, a escolha a fazer não é entre nenhum deles. É a escolha pela soberania nacional, pela paz, pelo direito de cada povo decidir do seu próprio destino, liberto da ingerência e da pressão dos EUA, da NATO, do imperialismo em geral.

Odiario
Odiario

O Ocidente reescreve o passado

Manlio Dinucci    13.Ene.17    Outros autores

«O “Ministério da Verdade” de Orwell não se referia à URSS. Vaticinava a cobertura que dão os media burgueses ao atentado de Berlim e às guerras contra a Líbia e a Síria. Nestes, a actualidade divide-se em sequências curtas completamente desconectadas entre si, para que os factos resultem incompreensíveis, dando assim aos governantes a mais ampla margem para esconder os seus crimes.»

Odiario
Odiario

O “Não” cidadão à reforma belicista da Constituição de Itália

Manlio Dinucci    11.Dic.16    Outros autores

As propostas anti-constitucionais de Matteo Renzi foram amplamente derrotadas e arrastaram a sua demissão de primeiro-ministro. Mas os objectivos destas reformas não eram apenas do governo. Eram de toda a classe dominante, e a suas repercussões em política interna são inseparáveis das de política externa. Contra o artigo 11º, cujo “repúdio da guerra” é violado pela integração italiana na escalada de guerra dos EUA e da NATO.

Odiario