Autor: “Manuel Augusto Araújo”

Odiario

Políticas de supermercado

As estratégias de marketing foram há muito adoptadas no quadro da democracia burguesa, e o marketing “político” e o marketing comercial tendem a utilizar as mesmas estratégias. No nosso país o fenómeno acentuou-se com os “novos” partidos com representação parlamentar. Em vários aspectos, clarificaram o leque político (a extrema-direita passou a falar mais claro). Mas o discurso político tornou-se ainda mais artificial e vazio.

Odiario
Odiario

Contra os populismos que meteram os pés na porta

Os combates futuros contra a tralha neoliberal e os populismos em marcha não são fáceis. Há que lutar, contra todas as evidências, sabendo de ciência certa que a razão está do nosso lado. O que não garante nenhuma certeza mas vitamina a luta.

Odiario
Odiario

PIM PAN PUM

Para o PAN não é contraditório que o seu deputado na Assembleia da República intervenha contra os políticos, declarando que o regime falhou, como se ele mesmo não fosse um político em exercício. Objecto da maior benevolência por parte dos media, as contradições, banalidades e oportunismos do PAN não arriscam o escrutínio mediático que mereceriam. E a sua promoção diz muito acerca das diferentes componentes e vias do projecto da direita.

Odiario
Odiario

Ah! Ça Ira, Ça Ira, Ça Ira

Celebram-se os 230 anos da Revolução Francesa. Como todos os grandes momentos históricos teve as suas expressões artísticas, nomeadamente as canções, “espelho dos acontecimentos, seu catalisador, e sua memória”. Compulsar as canções da Revolução Francesa é verificar a importância das canções no imaginário popular e patriótico e a sua iniludível contribuição para os avanços revolucionários.

Odiario
Odiario

Proteger o Património Cultural

«Com as guerras do império norte-americano e seus sequazes no Médio-Oriente, Iraque e Síria, e no Afeganistão, a destruição de monumentos, a pilhagem, o tráfico ilegal de artefactos históricos têm efeitos muitíssimo mais devastadores que o incêndio da Notre-Dame.»

Odiario
Odiario

Manuel Gusmão, «contra todas as evidências»

Manuel Gusmão recebeu ontem no Palácio Nacional da Ajuda, em Lisboa, a Medalha de Mérito Cultural. Odiario.info saúda o Intelectual comunista que, em 2008, escreveu no Caderno Vermelho: «Um dos princípios do humanismo comunista é a ideia de que o desenvolvimento de cada um e o desenvolvimento de todos se potenciam mutuamente. Falar de cultura, reivindicar cultura, lutar pela cultura, sim; mas é preciso ao mesmo tempo meter as mãos na massa: fazer cultura.»

Odiario
Odiario

Israel, um Estado réprobo

Israel impôs-se como o braço armado do imperialismo no Médio-Oriente, aliando-se aos estados árabes mais ditatoriais e reaccionários. É o instrumento através do qual qualquer hipótese de revolução árabe progressista é esmagada e com o qual se controla qualquer país do Médio-Oriente, seja qual for o seu regime, que tentar escapar à órbita do imperialismo norte-americano, como é bem verificável nos sucessos dos últimos anos.

Odiario