Autor: “Pável Blanco Cabrera”

Odiario

Zapata nos tempos da “Quarta Transformação”

A reescrita da história tem sempre em vista um objectivo actual. É assim que no México de hoje o poder prossegue a velha linha de associar todos os participantes na revolução democrático-burguesa de 1910, metendo no mesmo saco revolucionários como Emiliano Zapata e homens que traíram a revolução como Francisco Madero.

Odiario
Odiario

O Capital - 150 anos de actualidade na luta de classes

Este texto comemora a data da 1ª edição de O Capital: 11 de setembro de 1867.
O autor, Pável Blanco Cabrera, mostra neste curto e brilhante texto, como «Marx vai desmontando o modo de produção capitalista e demonstra com clareza e evidências de sobra que a transformação de dinheiro em capital tem como base a exploração do trabalho».

Odiario
Odiario

Pressões ideológicas e clarificações na identidade comunista do Partido Comunista do México

Pável Blanco Cabrera*    06.Jul.16    Destaques

Neste texto de Pável Blanco Cabrera publicado na revista ideológica do Partido Comunista do México, El Machete, perpassa mais uma vez a franqueza que tanto carateriza os membros do PCM, sem abandonar a firmeza dos princípios na defesa do marxismo-leninismo .

Odiario
Odiario

A Revolução de Outubro, nosso caminho

Pável Blanco Cabrera*    22.Dic.15    Destaques

A riqueza da Revolução de Outubro reside no seu carácter geral e universal, que os oportunistas procuram ocultar e diminuir ao apresentá-la como um processo peculiar, particular, nacional, excepcional.

Odiario
Odiario

Um termómetro

Este texto foi escrito antes das recentes eleições no México, mas em muitos aspectos não perdeu actualidade. Tanto no que diz respeito ao enquadramento dessas eleições na aguda luta de classes que se trava naquele país, como em aspectos que se verificam em outros lugares também, nomeadamente o esforço de gerar falsas alternativas que tentem compensar o descalabro e o descrédito dos partidos tradicionais.

Odiario
Odiario

O genocídio de Iguala: terrorismo de Estado, corresponsabilidade da socialdemocracia

Os assassínios políticos em Coyuca de Benítez e em Iguala mostram-nos que não se trata de excepções, mas de um esquema operativo onde forças legais e ilegais actuam conjuntamente para salvaguardar os interesses dos monopólios e golpear as forças de classe, e são um aviso da tendência que teremos de enfrentar.

Odiario
Odiario

O fim de uma ilusão

«Com que actualidade a socialização da economia e o poder operário e popular emergirão nos próximos dias ou, para o dizer mais francamente, com que actualidade se coloca na agenda nacional a tarefa de uma nova Revolução de que o povo será protagonista!
O poder operário e popular é hoje a única alternativa ao governo da fome e da miséria, e vamos pôr o acento tónico na frente ideológica para impedir que entre os trabalhadores se voltem a semear ilusões».

Odiario