Autor: “Pepe Escobar”

Odiario

A China tem um plano para 2020

Pepe Escobar*    12.Abr.16    Outros autores

Neste texto, Pepe Escobar analisa algumas dos importantes objectivos da China contidos no 13º Plano Quinquenal. Todos esses objectivos confluem em dois objectivos centrais: duplicar o PIB da China em relação a 2010 até 2020 e 60 % do crescimento provir da inovação!
Estes objectivos foram definidos no quadro da presente crise estrutural do sistema do capital que, é afirmado urbi et orbe, se se avizinha de um novo agravamento no seu carácter universal, globalizada, temporalmente permanente e não cíclica, desenvolvendo-se de forma gradual, sem que se possa excluir«violentas convulsões»…
É neste cenário globalmente turbulento que Pequim se propõe unir a Ásia ligando-a também à Europa por intricada rede de ferrovias e infraestruturas, e enfrentar a hegemonia financeira dos Estados Unidos da América…!

Odiario
Odiario

Massacre de 13 de Novembro em Paris: Cui Bono ?

Pepe Escobar    17.Nov.15    Outros autores

Os antecedentes de grandes ataques terroristas no continente europeu ou norte-americano justificam que não se confinem as análises às hipóteses (e às «certezas») oficiais. Não é necessário para isso enveredar por elaboradas teorias da conspiração. É o que já é conhecido sobre a articulação entre os diferentes serviços secretos do imperialismo e os grupos terroristas que o aconselha.

Odiario
Odiario

A Rússia estreia os seus misseis de cruzeiro na Síria

Pepe Escobar    21.Oct.15    Outros autores

A intervenção russa na Síria suscitou desorientação e objecções no Pentágono e na NATO. Por um lado, foram utilizados mísseis de longo alcance e de grande precisão cujas capacidades desconheciam. Por outro lado, foram em alguns dias atingidos mais alvos do Estado Islâmico do que a “coligação ocidental” atingira em mais de um ano.

Odiario
Odiario

Integração euro-asiática contra o império do Caos

Pepe Escobar    23.Ene.15    Outros autores

Na estratégia global dos diferentes blocos político-económicos e político-militares em evolução, cada interveniente joga com os argumentos mais fortes que possui. Enquanto a China e a Rússia, por exemplo, apostam no o seu potencial energético e económico e na sua capacidade de investimento, o imperialismo norte-americano aposta no seu esmagador poder militar e no controlo que ainda detém sobre o sistema financeiro global. Uma questão central para o futuro próximo será quais as alianças que uma estratégia e outra conseguirão estabelecer e consolidar.

Odiario
Odiario

A estrada da seda chinesa para a glória

Pepe Escobar    25.Nov.14    Outros autores

Os media ocidentais fizeram a habitual cobertura caricata da cimeira da Cooperação Económica Ásia-Pacífico (APEC), em Pequim. Enterram a cabeça na areia. A China conseguiu o que pretendia em todas as frentes. Desenha-se a perspectiva de uma próxima futura Eurásia como enorme Cintura de Seda da China tendo, em determinadas latitudes, uma espécie de condomínio de desenvolvimento com a Rússia. E isso aterroriza as elites de Washington e Wall Street.

Odiario
Odiario

O mistério de Kobane

Pepe Escobar    15.Nov.14    Outros autores

Em Kobane trava-se um combate desesperado entre os curdos sírios e o Estado Islâmico (ISIS). O que está em causa não é apenas a resistência contra esta força fundamentalista e fascista. É a defesa de uma experiência de gestão política dirigida fundamentalmente pelo PYD, o ramo sírio do PKK turco. E isso explica a traição da “comunidade internacional” a essa resistência.

Odiario
Odiario

O míssil era de Putin!

Pepe Escobar*    21.Jul.14    Destaques

A tragédia do avião abatido sobre a Ucrânia tem duas interpretações: a de Washington e dos media ao seu serviço, que já sabem tudo: o que aconteceu, como aconteceu, e quem são os responsáveis. E a de outras fontes cuja informação começa a juntar as peças do acontecimento, que não tirou ainda conclusões, mas que começa a revelar dados muito significativos. Dados que podem talvez explicar a pressa do imperialismo em impor a sua versão.

Odiario