Autor: “Rémy Herrera”

Odiario

As lutas prosseguem, ainda e sempre

Rémy Herrera    10.Jul.18    Outros autores

Em França as lutas em grandes sectores prosseguem, nomeadamente no sector ferroviário e no da energia. No sector ferroviário as greves assumiram novo agendamento, atingindo os momentos de maior fluxo de utentes no início das férias de Verão. No sector da energia há neste momento mais de 300 locais bloqueados. O governo e o patronato sonham que o Verão desmobilize as lutas. Mas irão verificar, na “rentrée”, que muito provavelmente regressarão com ainda mais cólera e mais vigor.

Odiario
Odiario

Até ONDE e até QUANDO?

Rémy Herrera    24.Jun.18    Colaboradores

Em França prossegue a ofensiva Macron: privatizações, despedimentos, cortes nas funções sociais do Estado, explosivo crescimento da pobreza infantil. No movimento dos trabalhadores, o esperado recuo das organizações sindicais de direita e reformistas. Mas também a determinação em não ceder, em prosseguir as lutas, e em realizar acções de notável imaginação e impacto.

Odiario
Odiario

Greves em todas as frentes

Rémy Herrera    15.Jun.18    Outros autores

Mobilizam-se em França sectores acerca dos quais não há memória de realizarem uma luta colectiva. O fenómeno tem duas explicações aparentes: por um lado, o ânimo que suscita a combatividade de sectores (ferroviários, função pública) que, apesar de pressões de toda a ordem, persistem na defesa das suas reivindicações; por outro, o facto da ofensiva do governo Macron avançar em todas as direcções e provocar um mal-estar social cada vez mais alargado.

Odiario
Odiario

Sê jovem e cala-te!

Rémy Herrera    02.Jun.18    Outros autores

Mais informação das lutas em França. Estudantes do ensino secundário e do ensino superior combatem as «reformas» privatizadoras e antidemocráticas de Macron. E, como outros sectores em protesto, são alvo da repressão e da violência policial. Num quadro em que persiste uma ampla mobilização social, essa repressão, em vez de intimidar, reforça a vontade de luta.

Odiario
Odiario

Operações «Robin dos Bosques» e tartarugas militantes

Rémy Herrera    28.May.18    Colaboradores

Prosseguem as lutas de massas em França. O sector da energia, juntamente com o dos ferroviários, sustenta uma luta prolongada cujo objectivo central tem um claro sentido político: a renacionalização. E os trabalhadores juntam à acção colectiva novas e criativas formas de acção, que consolidam o sentido de classe e alargam o apoio social à sua luta.

Odiario
Odiario

Eis chegado o belo mês de Maio

Rémy Herrera    07.May.18    Colaboradores

As manifestações do 1º de Maio realizaram-se em toda a França, com mais de 200 mil participantes.
A manifestação de Paris, onde teria grande expressão a luta dos ferroviários e da administração pública, foi objecto de uma violenta provocação por parte de vândalos encapuzados, que a polícia deixou actuar. É uma lição de toda a história do movimento operário: entre os meios que o inimigo de classe mobiliza estão também grupelhos violentos que fingem agir em nome dos trabalhadores, mas cuja acção resulta sempre em prejuízo e em maior repressão das suas lutas.

Odiario
Odiario

A Fusão French-American

Rémy Herrera    27.Abr.18    Outros autores

A viagem de Macron aos EUA juntou duas almas gémeas que entre outras coisas partilham o ridículo e o reaccionarismo. Macron tentou fazer passar que procurava inflectir posições de Trump. Mas o que fez foi comprometer ainda mais a França com a máquina de guerra EUA/NATO, como sucedeu (e ao que parece com falhanços caricatos) no recente ataque à Síria. E em França as greves e lutas prosseguem, com grande destaque para a luta dos ferroviários.

Odiario