Autor: “Rémy Herrera”

Odiario

Sobre os resultados das eleições europeias

Rémy Herrera    03.Jun.19    Colaboradores

Ainda está por fazer a análise em profundidade das eleições europeias. Dos seus resultados em cada país e da sua repercussão no conjunto da UE e fora dela. A França foi um dos países em que a extrema-direita ganhou. E é urgente identificar as razões que levam um partido de extrema-direita consolidar e alargar o seu apoio entre as camadas populares.

Odiario
Odiario

Claros-escuros, sfumato e golpes de matraca macronianos para o 1º de Maio

Rémy Herrera    08.May.19    Colaboradores

As manifestações do 1º de Maio em França, e em particular a de Paris, tiveram uma muito grande expressão de massas. Em Paris foram objecto de uma repressão policial sem precedentes. A classe dominante francesa teme os coletes amarelos, mas teme ainda mais a sua convergência com o movimento sindical.

Odiario
Odiario

Muito barulho para pouca coisa…

Rémy Herrera    01.May.19    Colaboradores

Macron anunciou finalmente as suas medidas para dar resposta à contestação social (dos “gilets jaunes”, do movimento sindical, de diferentes sectores sociais). Os media obedientes procuraram promover a expectativa. Mas o resultado é um enorme vazio. E, se tinham a intenção de acalmar a contestação social, o resultado é capaz de ser o inverso.

Odiario
Odiario

Após o tempo das catedrais, o tempo da indecência, da hipocrisia e da incompetência

Rémy Herrera    25.Abr.19    Colaboradores

Já abordámos aqui a questão (22.04). O espectáculo das doações do grande capital para o restauro de Notre-Dame assume traços verdadeiramente obscenos. Oferecendo uma parcela insignificante dos seus lucros e das suas fortunas pessoais, compram um lugar na primeira fila do branqueamento de fortunas construídas sobre exploração desenfreada e chorudas ajudas fiscais. E o demagogo Macron procura recuperar popularidade à conta desse leilão.

Odiario
Odiario

Assembleia dos “Coletes Amarelos”: «Será necessário sair do capitalismo»

Rémy Herrera    16.Abr.19    Colaboradores

O movimento dos “Coletes Amarelos” em França prossegue a mobilização. Mas avança igualmente em formas de organização: as assembleias, e as “Assembleias das assembleias.”
Na segunda, realizada no início de Abril, aprovou um conjunto de posições e orientações com um claro cunho progressista. Que constituem, além do mais, um encorajador indício da sua autonomia de decisão, da sua vontade de avançar, e da sua capacidade de resistir tanto à repressão como às tentativas de divisão e de manipulação a partir do seu interior.

Odiario
Odiario

Uma forma de sabedoria…

Rémy Herrera    01.Abr.19    Colaboradores

A prolongada mobilização dos “Coletes Amarelos” (já com 21 sábados consecutivos) vem suscitando um incremento da acção repressiva do Estado (que mobiliza já para esse fim as forças armadas). Por outro lado, a classe dominante e os seus serventuários no aparelho de Estado e no Governo continuam a agir como se fossem inteiramente impunes e inimputáveis, apesar de começarem a acumular-se indícios e processos por corrupção, e até de contestação dentro das suas fileiras, nomeadamente da ilegalidade e arbitrariedade da acção repressiva.

Odiario
Odiario

Coletes amarelos: “odiosos”, “depredadores”, “antissemitas”… que mais ainda?

Rémy Herrera    21.Mar.19    Colaboradores

Os “coletes amarelos” prosseguem a sua mobilização. Os media dominantes e o governo cobrem-nos de insultos e de bárbara violência policial. A repressão já vai longe na negação de direitos fundamentais dos cidadãos. Talvez consigam finalmente desmobilizar um movimento com evidentes fragilidades. Mas a cólera que exprime está muito longe de ser contida.

Odiario