Autor: “Rosa Maria Marques”

Odiario

Brasil: direita, volver!

Rosa Maria Marques    12.Ene.19    Outros autores

Este texto é um ensaio muito aprofundado, documentado, abrangente e útil sobre a actual situação no Brasil. Sobre como se chegou a ela, e sobre as forças e individualidades em presença. O diario.info agradece à autora a possibilidade de publicar um texto cujo nível de elaboração pareceria apontá-lo a uma publicação académica. Gesto que testemunha o facto de, no Brasil de Bolsonaro, o combate político democrático se ter tornado a prioridade absoluta

Odiario
Odiario

Crise política e escalada do capital no Brasil

A crise política no Brasil insere-se na entrada, em força, do gigante sul-americano na crise estrutural do capitalismo após o período especulativo das commodities e, consequentemente, na impossibilidade do capital imperialista dito ocidental – o acobertado no chapéu norte-americano – resolver a crise a seu favor: a resolução de uma crise estrutural exige a alteração da estrutura…
É essa realidade cada vez mais evidente, somada à impossibilidade de esconder o envolvimento da generalidade dos eleitos numa corrupção crescente que fomenta na população uma desconfiança cada vez maior, mesmo em sectores da classe trabalhadora – aquela a que chamam classe média – que já apoiaram o “impeachment”…

Odiario
Odiario

Brasil 2003 – 2015: balanço de uma experiência “popular”

No Brasil de hoje, tendo em vista a rapidez com que os acontecimentos e movimentações políticas de todos os campos estão ocorrendo, não são de descartar surpresas. A dificuldade reside em que não se vislumbra a possibilidade de tais surpresas se situarem na perspectiva da transformação radical da sociedade. Pelo contrário: entre as diversas consequências do que se está vivenciando, a experiência de mais de 12 anos de governo PT - se mal resolvida - pode resultar na fragilização de todas as forças que se situam no campo da esquerda, para além do próprio PT. E essa fragilização, imposta não pela força e sim pela perda da sua identificação com “um mundo novo e melhor”, que foi substituída pelo desemprego e pela corrupção, levará anos para ser superada.

Odiario