O Governo está a pôr em perigo a sustentabilidade da Segurança Social

Eugénio Rosa    17.Jul.21    Outros autores

O sistema contributivo da Segurança Social é financiado pelos descontos dos trabalhadores e pelas contribuições das empresas. Estes correspondem a uma parcela do valor criado pelo trabalhador que este não recebe directa e imediatamente sob a forma de remuneração. A receita assim obtida também é utilizada para manter o poder de compra das pensões devido à degradação causada pelo aumento dos preços, ou seja, para actualizar as pensões. No entanto, o governo está a utilizar indevidamente estas receitas para pagar as medidas do COVID pondo assim em perigo a sustentabilidade do Regime contributivo da Segurança Social e em risco, no futuro, quer o pagamento das pensões dos trabalhadores por conta de outrem quer a actualização das pensões.

Ler texto completo [PDF]

Gostaste do que leste?

Divulga o endereço deste texto e o de odiario.info entre os teus amigos e conhecidos