O Relatório da OCDE e a produtividade em Portugal*

Eugénio Rosa**    30.Jun.08    Outros autores

Embora a produtividade dos trabalhadores em Portugal tenha baixado de uma média anual de +3,6% no período 1985-2000 para +1,2% no período 2000-2005, como demonstra o Relatório da OCDE de Junho de 2008, “Angel Curria, num discurso feito para agradar o ministro das Finanças, que estava presente, uniu-se ao governo e aos patrões para defender a continuação da politica de redução do défice orçamental não olhando a consequências, e para exigir uma maior flexibilidade (precariedade) das relações de trabalho em Portugal”. O que baixou foi a capacidade do patronato de gerir, de organizar o trabalho, de utilizar a capacidade instalada. E como só o trabalho é produtivo…

Veja o texto em PDF

Gostaste do que leste?

Divulga o endereço deste texto e o de odiario.info entre os teus amigos e conhecidos