O saldo orçamental positivo de Centeno: um “milagre” à custa do prosseguimento da degradação dos serviços públicos

Eugénio Rosa    22.Jul.19    Outros autores

Os dados referentes à execução orçamental de Maio de 2019 deram lugar ao habitual festival da comunicação social afecta ao governo, comentadores nos media defensores do governo, e do próprio ministro Centeno: “o ministro milagreiro do défice.” Como não há contraditório nos media aquela afirmação passou como verdade e muita gente acreditou nela. Mas os próprios dados do Ministério das Finanças mostram outra coisa. Este saldo positivo é obtido à custa do aumento da divida ao sector privado (nomeadamente no SNS) e da redução de prestações sociais, de que é exemplo flagrante a baixa cobertura do subsídio de desemprego.

Ler texto completo [PDF]

Gostaste do que leste?

Divulga o endereço deste texto e o de odiario.info entre os teus amigos e conhecidos